Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X

Blog da Tegra

Curiosidades sobre os 6 bairros nobres de São Paulo

As zonas sul e oeste de São Paulo abrigam alguns dos bairros mais nobres da cidade. Confira algumas curiosidades sobre eles!

30/05/2019 • 15h00min • EM LIFESTYLE

A cidade de São Paulo é a maior do país no quesito econômico. A metrópole é o centro financeiro do Brasil, abrigando escritórios de diversas empresas, nacionais e internacionais. Nesse cenário, vemos o desenvolvimento de diversas regiões abastadas pela cidade, onde se concentram os maiores IDHs do município e os mais elevados valores de preço quadrado para imóveis. Grande parte dos bairros nobres da cidade está concentrada nas Zona Sul e Oeste e apresentam em comum algumas características que elevam o bem-estar do seu morador, como áreas verdes, mobilidade, segurança e infraestrutura. Confira algumas curiosidades interessantes dos principais bairros nobres da cidade.


Moema

Moema é o queridinho dos paulistanos. Com bares e restaurantes descolados, edifícios residenciais e comerciais, ruas arborizadas e a poucos metros de distância do parque Ibirapuera, o bairro agrada quem mora, quem passa, quem curte e quem trabalha na região.

Antes, considerada como parte do bairro vizinho, Indianópolis, a região só veio a receber o seu nome atual em 1987. após um abaixo-assinado dos moradores que convenceu o então prefeito Jânio Quadros a assinar o decreto que determinava a mudança. E o nome recebido é uma referência à personagem homônima do poema “Caramuru”, de Santa Rita Durão, que protagoniza um drama de amor e rejeição e se lança ao mar para alcançar o navio do homem que amava. Moema vem do tupi-guarani e significa “mentira”.


Ibirapuera

O bairro do Ibirapuera é a região mais nobre e luxuosa da cidade, com suas ruas arborizadas e sua proximidade com o parque de mesmo nome. Não à toa, valor de metro quadrado é o maior da cidade de São Paulo.

O bairro é um verdadeiro oásis para quem curte esporte e natureza. Os amplos gramados do Parque Ibirapuera são um convite para movimentar o corpo. Durante o final de semana, o local chega a receber cerca de 150 mil pessoas, e, nos dias úteis, quando a frequência é menor, os moradores da região aproveitam o espaço para alguma atividade física.

Além da natureza, a região é cercada de cultura. O Museu de Arte Contemporânea e o famoso Monumento às Bandeiras - mais conhecido como “empurra-empurra” - são alguns exemplo da rica história que a região abriga.

Mas antes de toda essa pompa, a região era coberta por um grande lamaçal, até que um funcionário público chamado Manuel Lopes de Oliveira deu a ideia de plantar eucaliptos por ali para drenar a área pantanosa. Provavelmente daí que vem o nome “Ibirapuera” que, em tupi-guarani, significa “árvore apodrecida”.


Brooklin