Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X
Guia de Bairros de São Paulo:

Mooca

A Mooca é um dos bairros mais tradicionais e antigos de São Paulo. A região tem características peculiares que nenhum outro distrito da cidade possui. A herança italiana é perceptível pelo sotaque e jeito de se expressar com as mãos, característica dos conterrâneos do país europeu que ainda residem no bairro. A gastronomia local também tem forte influência dos italianos e faz do bairro uma referência em massas e pizzas. 

 

Quem nasceu ou mora no bairro carrega um orgulho imenso em ser da região. Para muitos, a Mooca é mais que um distrito da maior metrópole do país, é um estilo de vida. A sua história chega a ser confundida com a de São Paulo.

 

Entretanto, engana-se quem acredita que só os italianos têm influência no bairro. O nome da região tem origem indígena. Segundo historiadores, Mooca vem do Tupi Guarani e significa “Fazer Casa” - moo (fazer) e oca (casa). Os nomes de algumas ruas também remetem ao povo indígena como, por exemplo, Janguruçu, Taquari, Curupacê e Guaimbé.

 

No início, por volta de 1870, a região abrigava chácaras e grandes casas, sendo um dos melhores lugares para se morar. E a Mooca nunca perdeu o seu charme e glamour.

 

Um dos momentos históricos do bairro é a criação do Clube Paulista de Corridas de Cavalo, atualmente, conhecido como Jockey Club, em 1876. O local tinha capacidade para 1200 pessoas e movimentou o distrito até 1941, com a presença da alta sociedade do café. Uma das curiosidades do espaço de lazer é que a Marquesa de Santos era uma das animadoras das corridas de cavalo. Com a ascensão do clube, um ano depois de sua inauguração, foi criada a linha de bonde Mooca-Centro, movida a tração animal.

 

Ao longo dos anos, a região foi se modificando e as casas e chácaras foram dando espaço às fábricas e usinas. Em 1891, foi fundada no bairro a Companhia Antarctica Paulista, que originalmente produzia cerveja e passou a fabricar, também, refrigerantes. Com a instalação das indústrias, a Mooca ficou conhecida como um bairro fabril por muitos anos. Porém, nos dias de hoje, são poucas as empresas instaladas por ali.

 

Por volta de 1930, o bairro teve seu processo de urbanização iniciado. Os transportes e calçadas facilitaram a criação do Clube Crespi, origem do famoso Clube Atlético Juventus – um dos pontos turísticos da região.

 

Hoje, o bairro acomoda casas e edifícios, e segue em um processo de transformação imobiliária. A Mooca oferece comodidade e qualidade de vida para seus moradores.


Educação

Educação

A região possui ótimas opções de ensino, do Infantil ao Ensino Superior. É por lá que estão localizados os colégios São Judas Tadeu, Liceu Santa Cruz, Objetivo, Ouro Preto e Santa Catarina, além de universidades privadas como a Universidade São Judas, Anhembi Morumbi, UNIP (Universidade Paulista), Faculdade das Américas, Instituto Superior de Comunicação Publicitária e Instituto Federal de Educação Ciências e Tecnologia.


Gastronomia

Gastronomia

É na Mooca que está presente o tradicional cannoli do Seu Antônio. A iguaria italiana é vendida na porta do estádio do Juventus e é produzida pelo próprio Antônio, com uma receita de mais de 50 anos. Ainda falando em doces, a famosa confeitaria Di Cunto funciona no mesmo endereço desde 1935 e conta com uma variedade de quitutes que fazem dela uma das docerias mais populares da cidade.

 

Outro clássico da região é a Esfiha Juventus que também está localizada no mesmo endereço desde 1967. Dizem que a tradição de saborear as esfihas do local passa de geração para geração. Um outro point da Mooca é a pizzaria São Pedro, que é um ícone do bairro há 53 anos. Ainda sobre a culinária italiana, há 35 anos o restaurante Don Carlini oferece suas receitas clássicas, como spaghetti ai gamberi à base de camarões, pimentões verdes e vermelhos puxados no alho, azeite e salsa, e o rondelle San Remo.

 

O que não falta na Mooca é tradicionalidade. Felipe Zanutto, chefe de cozinha e neto de italianos, fez uma minuciosa pesquisa sobre seus antepassados no Museu da Imigração, localizado na Mooca, para abrir o seu restaurante Hospedaria, no mesmo bairro. Os pratos são baseados tanto em seu estudo sobre a cultura italiana, como em sua memória afetiva.

 

Mas não se preocupe, há outras opções gastronômicas que podem ser experimentadas no bairro. É o caso do Avenida Bistrô e do Bravo Bistrô, que servem deliciosos pratos da culinária francesa. Mas, se a preferência for por churrasco ao estilo americano, não deixe de visitar o Cadilac BBQ. 


Lazer

Lazer

Além do tradicional Clube Atlético Juventus, a Mooca abriga diversos espaços de lazer, como o Museu da Imigração e o Teatro Arthur Azevedo, inaugurado em 1952.

Para quem gosta de revisitar o passado e lembrar da época que ouvir música ia além de apertar o play no aplicativo, vale um passeio pelo Casarão do Vinil, com mais de 700 mil discos no acervo. Já para os que apreciam arte e religião, a dica é conhecer a belíssima Paróquia São Rafael, construída em 1937.

 

O Parque Sabesp Mooca e a Praça Visconde de Souza Fontes são ótimas opções de lazer ao ar livre.

 

Outro espaço cultural para conhecer é o Nos Trilhos, uma antiga oficina onde é possível encontrar antigos trens e trilhos das ferrovias de São Paulo. Por lá, acontecem exposições, eventos e festas. Parte do valor arrecadado com os eventos é revertido para a manutenção e restauração dos trens históricos. No local, é possível ver de perto uma Maria Fumaça de 1922 que, inclusive, é uma das atrações turísticas do bairro.

 

A Mooca ainda é palco de uma das festas mais tradicionais de São Paulo, a Festa de San Gennaro, que acontece todos os fins de semana de setembro, para celebrar o mês do padroeiro do bairro, San Gennaro. O evento possui três atividades principais: as missas, a procissão para celebrar o santo e as festas com barracas que vendem iguarias italianas nas ruas Lins e San Gennaro. 

Localização

Localização

Localizado na zona Leste de São Paulo, o bairro tem uma localização privilegiada, com acesso fácil às principais vias da capital, como as avenidas Radial Leste, Paes de Barros, Presidente Wilson e do Estado. As ruas do Oratório e Mooca também cruzam a região.

A Mooca é vizinha dos bairros Vila Prudente, Cambuci, Sé, Ipiranga e Liberdade, todos muito próximos à região central da capital paulista.

Dicas do que fazer

  • Clube Atlético Juventus
  • Festa de San Gennaro
  • Museu da Imigração
  • Passeio de Maria Fumaça
  • Cannoli do Seu Antônio
Transportes

São mais de 20 linhas de ônibus que passam pela Mooca e conectam o bairro com Vila Carrão, Sapopemba, Jardim Paulista, Parque Dom Pedro, Pinheiros, entre outros. Além disso, o bairro conta com a estação de metrô Bresser-Mooca e a estação de trem, Juventus-Mooca. 

Serviços

  • Restaurantes
  • Parques
  • Museus
  • Igrejas
  • Mercados
  • Padarias
  • Escritórios
  • Farmácias
  • Bancos
  • Pet shops
  • Academias
  • Escolas
  • Centros de saúde
  • Shopping

Você Sabia?

Você Sabia?

- O corredor de ônibus da avenida Paes de Barros foi um dos primeiros de São Paulo, construído nos anos 80.

- A Mooca é como se fosse uma cidade dentro de São Paulo. O bairro possui bandeira e seu próprio hino, além, claro, do tradicional time de futebol Juventus.

- Por muitos anos, o bairro foi lar do famoso professor de língua portuguesa, Pasquale Cipro Neto.

- Você conhece o grupo de samba Demônios da Garoa, do famoso cantor e compositor Adoniran Barbosa? O grupo musical nasceu na Mooca.

- Apesar da influência italiana, o bairro também teve imigrações importantes de lituanos, iugoslavos e libaneses.


Imóveis no bairro

Proteção de Dados Pessoais

A Tegra utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência
de acordo com nossa Política de Privacidade . Ao continuar navegando, você aceita estas condições.
Acesse nossa Política de Privacidade e saiba como tratamos dados pessoais.