Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X

Blog da Tegra

Irmãos compartilhando quarto? Veja como minimizar as brigas!

A convivência pode acabar gerando conflitos. Confira algumas maneiras para ajudar a tornar o ambiente mais agradável e diminuir as brigas entre os pequenos em nosso novo artigo!

24/06/2020 • 10h00min • EM LIFESTYLE

irmãos disputando um ursinho de pelúcia

Por conta da divisão de espaços na casa, as crianças e adolescentes acabam tendo sua privacidade reduzida por conta do contato direto com seus irmãos. Muitos acabam tendo que dividir o quarto para dormir e passar seu tempo, o que acaba causando muitas brigas.

por isso, muitos pais acabam tendo que remediar estes conflitos para manter uma convivência saudável. Mas é preciso saber que, por mais natural que isso seja, existem maneiras para tornar estes conflitos mais raros e oferecer aprendizados para que seus filhos possam entender como resolver as situações.

Em nosso artigo de hoje, vamos oferecer conselhos e práticas para que você consiga trazer essas reflexões para seus filhos e começar a aplicar novas dinâmicas no seu dia a dia. Vamos lá?


ENSINE-OS A DIVIDIR

Um dos principais motivos de brigas entre filhos pequenos são os brinquedos e isso pode acabar se tornando uma confusão. É nesse momento em que muitos pais acabam decidindo tirar o brinquedo de ambos para acabar com a briga de uma vez. Porém, isso raramente faz com que o conflito acabe. Normalmente, eles irão começar a brigar novamente por um novo brinquedo em questão de minutos.

É por essa razão que é preciso que você, enquanto pai, saiba que esse é o momento de impor seu limite e mostrar que existe uma maneira melhor de lidar com a situação: a divisão. Seja dentro dos seus termos ou deixando que eles criem o próprio método, o importante é fazer com que eles entendam a importância de compartilhar objetos para que esse conceito chegue mais facilmente em outros momentos.


MANTENHA-SE JUSTO INDEPENDENTEMENTE DA DIFERENÇA DE IDADE

Quando vemos um conflito entre irmãos acontecendo, nosso primeiro ímpeto, enquanto pais, é de defender o mais novo, por ser menor e mais fraco. Mas isso acaba criando mais problemas, por estarmos seguindo nossos instintos e ignorando que o mais velho também pode ter razão nestas situações.

É necessário saber entender, ponderar e oferecer a solução ideal para a briga em questão, evitando favorecer um ou outro. O nível de exigência de maturidade deve ser proporcional à idade de cada um - logo, é preciso cobrar uma postura diferente dos mais velhos para que eles não acabem agindo de maneira impulsiva, sem também passar a mão na cabeça dos mais novos como se eles não tivessem a sua parcela de responsabilidade. 


ABRA UMA LINHA DE COMUNICAÇÃO CLARA COM CADA UM

Por mais que, no momento de tensão, essa não possa parecer a saída mais fácil, a conversa é a melhor solução para educar e mostrar os limites que você deseja estabelecer entre seus filhos. Mas essa conversa não será única ou definitiva. É preciso que isso seja reforçado constantemente, falando sobre os mesmos temas e situações várias vezes.

Isso significa que é preciso liderar e mostrar o que é esperado da criança por meio do seu exemplo. Caso seus filhos percebam que as situações da sua casa são resolvidas na briga ou confusão de maneira corriqueira, eles vão entender que esse é melhor caminho. Por isso, saiba demonstrar como a conversa é o caminho mais justo e racional para resolver conflitos.


PROPONHA SOLUÇÕES PARA SEREM REALIZADAS

Quando as brigas começam, seja pela divisão do espaço do quarto ou pelos objetos, além de intervir como já mencionamos acima, é preciso colocar outra ação importante em prática: fazer com que seus filhos encontrem sozinhos a solução para o conflito. Parece um pouco irreal cobrarmos esse tipo de atitude de crianças e adolescentes, mas esta é uma etapa que acontece após muito tempo de conversa e ponderações.

Quando o conflito se inicia, após já ter conversado sobre os conceitos de respeito e igualdade, chegue até eles e reforce que esse tipo de situação sempre irá gerar consequências por conta do mau comportamento. Por isso, eles precisam trabalhar juntos para chegar a um consenso e resolver a situação o quanto antes.

O uso do videogame, por exemplo, pode ser um motivador de uma briga como essa. Na hora de estabelecer quem irá utilizá-lo, em quais momentos do dia e quais serão os jogos, é mais fácil deixar com que eles definam as regras para chegar em uma proposta ideal, justamente para entenderem a importância de serem educados e respeitosos uns com os outros. Mas caso a briga continue ou não encontrem uma solução, é sua hora de intervir como pai.


Veja também:

Ideias de brincadeiras e atividades para entreter as crianças em casa

Gostou de aprender mais sobre estes conselhos e como ajudar a deixar sua casa mais harmoniosa? Não deixe de conferir nossas outras dicas no blog da Tegra. Temos certeza de que você irá adorar!

Receba nossas notícias e informações exclusivas diretamente no seu e-mail


;

Proteção de Dados Pessoais

O Contato do Encarregado/DPO da Tegra é o e-mail: gdp@tegraincorporadora.com.br.
Utilize esse canal para esclarecimentos sobre a Política de Privacidade ou sobre os direitos do titular em relação aos seus dados pessoais,
tais como acesso, correção, exclusão, restrição, transferência e retirada de consentimento.

;