Encontre seu imóvel

Vantagens e desvantagens do chuveiro a gás

dicasedecor

04/10/2022 • 17h02min

Será que vale a pena trocar o chuveiro elétrico pelo sistema de aquecimento externo? Confira um comparativo entre os dois modelos!

Afinal, o que é melhor: instalar um chuveiro a gás ou um chuveiro elétrico? Essa é uma das principais perguntas que as pessoas fazem quando começam uma obra.

Se você chegou aqui com essa dúvida, provavelmente está pensando em instalar o sistema de aquecimento externo, mas, por ser algo novo para você, que sempre teve chuveiro elétrico em casa, a mudança pode gerar insegurança.

 De acordo com uma pesquisa do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel), o chuveiro elétrico é, de longe, o mais utilizado pelos brasileiros: o aparelho está presente em 70% dos lares.

Tipicamente tropical, o clima brasileiro nunca exigiu muita água quente nos banhos, ao contrário de outros países com clima mais frio. Na Rússia, por exemplo, onde os invernos são intensos e longos, a população usa chuveiro a gás.

Além do clima, a falta de conhecimento sobre os benefícios do chuveiro a gás ajuda a explicar por que o chuveiro elétrico predomina por aqui. 

Está pensando em trocar de chuveiro? Quer saber os benefícios do chuveiro a gás? Confira neste post!

Chuveiro a gás ou chuveiro elétrico?

Durante as épocas mais frias do ano, um banho quente pode ser um desafio para os brasileiros acostumados com o popular chuveiro elétrico. Isto porque, nas nossas terras tropicais, a temperatura da água fica por meses ajustada mais no modo verão do que no modo inverno.

Há também um fator histórico, visto que o chuveiro elétrico foi inventado por um brasileiro. Isso mesmo! Em 1940, o engenheiro Francisco Canhos, da cidade de Jaú, interior de São Paulo, desenvolveu o primeiro modelo de chuveiro elétrico. 

Nessa época as cidades do Brasil ainda não tinham um sistema de gás como os países da Europa, então, esse modelo se tornou a única alternativa para quem queria tomar banho quente na época. Hoje, os tempos são outros e o sistema a gás se tornou mais uma alternativa. 

Quando chega o inverno, os poucos dias de frio são suficientes para nos fazer refletir sobre a necessidade de um aquecimento mais eficiente. 

Qual a diferença do chuveiro a gás ou elétrico?

A primeira coisa que você deve pensar é quanto está disposto a investir na obra e se há infraestrutura necessária para a instalação do chuveiro a gás. Ademais, quais seriam os benefícios do chuveiro a gás?

Como funciona o chuveiro elétrico?

Antes de mais nada, vamos entender como funciona o chuveiro elétrico. Nesse sistema, a água é aquecida alguns segundos depois de sair do aparelho. O responsável pelo aquecimento é uma peça chamada resistência elétrica, que fica instalada no interior do chuveiro. 

Como o aquecimento é imediato, quanto mais água sair do chuveiro, menos contato ela terá com a resistência, ou seja, fica mais difícil de aquecê-la.Uma fotografia de um chuveiro ligado de aço

Como funciona um chuveiro a gás?

Já no chuveiro a gás, a água já chega quente  e, então, a vazão não interfere no aquecimento. Nesse sistema de aquecimento, é necessário ter mais tubulações para passagem de água quente e fria.Uma fotografia de um chuveiro quadrado de aço ligado

Vantagens e desvantagens do chuveiro a gás

O custo de instalar torneiras e chuveiros elétricos é menor quando comparado ao chuveiro a gás, pois a rede elétrica será instalada na residência de qualquer forma, enquanto o outro sistema de aquecimento externo necessita de mais tubulações para passagem de água quente e fria. 

Além disso, enquanto é possível encontrar modelos elétricos acessíveis, confeccionados em materiais mais baratos, como plástico, as duchas costumam ser mais caras, pois são produzidas em metal. 

Com o chuveiro elétrico, você terá um menor custo de aquisição e facilidade na instalação, mas, por outro lado, terá mais gasto de energia. Isso acontece porque esse sistema precisa de muita energia para aquecer a água imediatamente. Para se ter uma ideia, ele é responsável por 23% do consumo mensal de energia numa residência de até quatro pessoas, segundo levantamento do Ministério das Minas e Energia.

Já com os chuveiros a gás, a vazão não interfere no aquecimento. Você terá um banho mais confortável com jatos intensos e uma autonomia muito maior na hora de escolher a temperatura da água, sem falar no custo menor na conta de energia, principalmente no inverno.

Chuveiro a gás x chuveiro elétrico

Chuveiro a gás

Prós

- Jatos mais potentes
- Banhos mais agradáveis
- Maior autonomia na temperatura da água
- Aquecimento maior
- Maior economia de energia

Uma ilustração com um chuveiro de aço no centro e os benefícios listados do lado esquerdo e as desvantagens listadas do lado direito

Contras

- Demanda obra para instalação de tubulações
- A instalação depende da distribuição de gás que vem da rua ou do condomínio
- Aparelho mais caro
- Menor economia de água

Chuveiro elétrico

Prós

- Fácil instalação; não demanda obra
- Modelo com opções mais acessíveis

Uma ilustração com um chuveiro elétrico no centro e os benefícios listados do lado esquerdo e as desvantagens listadas do lado direito

Contras

- Tem menor vazão de água
- Menos opções de temperatura
- Menor aquecimento de água
- Não funciona em casos de queda de energia
 

Receba nossas notícias e informações exclusivas no seu e-mail

Continue Lendo

Olá, eu sou a Clara!
Como posso ajudar?

Outros assuntos

Atendimento ao cliente, ouvidoria ou outros assuntos, acesse nossa página de contato.