Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X


Blog da Tegra

8 dicas para você fazer reformas sustentáveis em seu imóvel

Soluções ecológicas, trocas inteligentes e econômicas, além de evitar o “quebra-quebra” e produzir menos resíduos. Confira!

24/06/2022 • 13h09min • EM DICAS & DECORAÇÃO

title="miniatura

O que é o que é: gera bagunça, poeira, barulho e resíduos, mas tudo isso pode ser minimizado com algumas práticas sustentáveis? Acertou quem disse “reforma”! É isso mesmo, você não leu errado. 

É possível reformar um imóvel e causar menos impacto no meio ambiente com soluções ecológicas, trocas inteligentes e econômicas, além de evitar o “quebra-quebra” e produzir menos resíduos.

Selecionamos 8 dicas de ouro para você fazer reformas sustentáveis em seu imóvel. Confira!

O que é uma reforma sustentável e por que você deve fazer

Existem diversas alternativas sustentáveis para quem pretende fazer uma reforma na casa, seja para trocar a decoração ou para fazer ajustes essenciais (rede elétrica, troca de encanamento, entre outros).

Uma reforma sustentável considera três pontos: analisar o ambiente, entender as necessidades dos moradores e minimizar o impacto ambiental a partir de escolhas que gerem menos resíduos, energia e água.

Como colocar em prática uma reforma sustentável?

É importante fazer uma análise do local onde se pretende mexer e avaliar todas as possibilidades de acordo com os desejos e necessidades dos moradores. 

Para facilitar, aqui estão algumas dicas que irão ajudar você a construir um projeto de reforma, guiar as suas escolhas e ter uma casa sustentável.Uma fotografia de escombros, entulho de blocos

1 - Planeje a reforma tentando demolir o mínimo possível

Antes de derrubar paredes, pergunte-se se essa etapa é realmente necessária. Vale lembrar que o descarte desse tipo de resíduo gera grande impacto na natureza. De acordo com a Associação Brasileira para Reciclagem de Resíduos da Construção e Demolição (Abrecon), o Brasil produz cerca de 84 milhões de metros cúbicos de restos de construção civil e demolição por ano, sendo que 70% são oriundos de pequenas reformas.

Por isso, devemos evitar ao máximo quebrar paredes durante uma reforma, mas, se for inevitável, é fundamental fazer o descarte correto conforme previsto nas leis ambientais.

2 - Identifique os itens que podem ser recicláveis

Avalie o que pode ser usado, ressignificado e descartado. Alguns objetos podem ganhar novas funções, exemplo: a porta antiga que seria descartada pode virar uma mesa. Quanto ao que será descartado, você pode procurar ONGs, empresas e pessoas que recebam materiais que podem ser reutilizados. 

3 - Faça um check-up da sua rede elétrica

Cheque como está o funcionamento da rede elétrica para reduzir os custos com energia. Se for necessário fazer reformas desse tipo, pense em aderir às instalações externas para evitar quebrar as paredes e o teto. 

O estilo de decoração industrial combina perfeitamente com essa proposta, cujo charme é justamente a ausência de adereços, bugigangas e/ou aparatos espalhados pela casa. Com menos acabamento, você pode investir em um estilo visual que valoriza canos aparentes, colunas de concreto bruto, tubulações que passam e interligam todos os móveis da casa e muito mais.

4 - Troque as lâmpadas por versões econômicas

Aproveite também para substituir as lâmpadas por versões econômicas e resistentes, como as do tipo LED, que podem reduzir em até 85% o consumo de energia. Com apenas 8W elas têm a capacidade de deixar o ambiente iluminado mais do que uma incandescente de 60W. 

Outra opção econômica seria a do tipo fluorescentes, que têm grande vida útil e eficiência luminosa cinco vezes maior do que uma lâmpada comum. Essa troca pode gerar 80% de economia na conta de luz.

5 - Substitua as descargas e torneiras por modelos ecológicos

O desperdício de água é um dos maiores inimigos da sustentabilidade, sendo que, dentro de casa, a descarga representa um grande vilão. Para evitar que milhões de litros de água escoam pelos ralos à toa, é essencial optar por modelos ecológicos, como as bacias com caixa acoplada e acionamento duplo.

Esse modelo permite acionar 3 ou 6 litros de água por descarga. Para se ter uma ideia, um vaso sanitário com válvula de parede e tempo de acionamento de 6 segundos gasta cerca de 12 litros. 

Outra dica é trocar as torneiras comuns pelos modelos com temporizador, pois são muito mais econômicas.

No fim das contas, o valor gasto com essas substituições será compensado pela redução do consumo e, consequentemente, da conta de água.

6 - Escolha itens com selo e certificações ambientais

Uma reforma sustentável engloba tudo, até mesmo a escolha dos eletrodomésticos e móveis. Os aparelhos domésticos, por exemplo, estão mais inteligentes e consomem menos energia. Já os móveis estão mais funcionais.

Na hora de fazer a troca, é importante verificar se esses itens possuem selos e certificações ambientais, além de boa durabilidade.

7 – Opte por sobrepor revestimentos

Sobrepor revestimentos é uma excelente solução para economizar na reforma do piso e/ou azulejo, evitar o “quebra-quebra” e, consequentemente, produzir menos resíduos. 
Para fazer o assentamento de piso sobre piso, é importante verificar as condições do revestimento. Se estiver oco ou estufado, pode ser um sinal de vazamentos, infiltrações ou outros problemas que devem ser resolvidos antes de colocar o novo revestimento. 

8 - Faça um telhado verde

Você já ouviu falar em telhado verde? Nada mais é do que cobrir o telhado com plantas e árvores, mas só é possível fazer com planejamento e a ajuda de profissionais capacitados para evitar danos ao imóvel. Se bem executada, uma cobertura sustentável traz diversas vantagens, como explicamos no post: Telhado verde: o que é e quais as vantagens.

Receba nossas notícias e informações exclusivas diretamente no seu e-mail


Chat
X
WhatsApp
X
Ligue e fale com um corretor
X
Whatsapp
E-mail
X
Olá, eu sou a Clara, e estou aqui para
te ajudar. Por favor, escolha uma das
opções abaixo para começarmos.
Escolha o seu corretor


Proteção de Dados Pessoais

A Tegra utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência
de acordo com nossa Política de Privacidade . Ao continuar navegando, você aceita estas condições.
Acesse nossa Política de Privacidade e saiba como tratamos dados pessoais.