Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X

Blog da Tegra

Como escolher a cortina certa para salas pequenas

Não importa como ou qual o tamanho da sua sala: sempre existe a cortina certa para ela! Separamos aqui tudo que você precisa saber para fazer a escolha correta e deixar sua casa ainda melhor!

18/02/2020 • 10h00min • EM DICAS & DECORAÇÃO

como escolher cortina sala

Uma cortina não se trata apenas de um detalhe qualquer em sua casa. Seja no cômodo da sua sala, no seu quarto ou em um simples corredor, uma cortina pode alterar completamente a maneira como absorvemos a arquitetura, as cores e as combinações de cada lugar.

Se caso você esteja encarando um pequeno problema com a sua sala de estar, pensando que ela é muito pequena ou que ela não oferece muitas opções de decoração pelo seu tamanho, é justamente aí que as cortinas entram em ação! Pensando em aspectos como estilo, iluminação e material, você pode redefinir sua sala e transformá-la por completo!

Separamos aqui tudo o que você precisa saber sobre cada um destes tópicos para entender e escolher a cortina certa para a sua sala! Vamos lá?

1.  ESTILO

Ao começar a escolher a cortina certa para a sua sala, você precisa primeiro entender qual é o estilo que você deseja imprimir a ela e que também combine com você. Pontos como cores, composição e texturas são extremamente importantes e ajudam a compreender melhor como fazer as combinações que você deseja.

Muitas pessoas atualmente optam por colocar cortinas com cores mais neutras, como bege ou branco, para que assim elas possam combinar com mais elementos ao seu redor. Porém, caso decida usar uma persiana preta, por exemplo, você precisa pensar em cores para suas paredes que transmitam uma sensação de preenchimento para dar a impressão de que sua sala é maior, como o vermelho, evitando um erro comum de decoração.

2.  ILUMINAÇÃO

É notável que nós sempre nos sentimos mais confortáveis com ambientes mais iluminados pela luz natural do sol. Isso pode ser uma excelente maneira de ajudar a tornar sua sala um local mais agradável e um fator determinante na hora de escolher a sua cortina.

No caso de salas pequenas, prefira cortinas com forro feito de um tecido leve. Isso ajuda a fazer com a iluminação das janelas atravesse o tecido da cortina e chegue de várias maneiras diferentes, criando um ambiente aconchegante e acolhedor. Por isso, sempre opte por materiais finos como voil, seda, renda, organza e linho.

3.  MATERIAL

Escolher o tecido certo da sua cortina é uma parte essencial em todo o processo. Este material será o melhor indicador sobre as características técnicas da sua cortina, como o seu tempo útil e qual é a sua finalidade mais apropriada para o que você deseja apresentar na sua sala.

Caso você escolha um material muito pesado, pode ser que sua cortina apresente um aspecto ruim quando estiver dobrada, o que não a torna uma boa escolha em ambientes que precisam de muita iluminação. Já caso elas sejam muito leves, pode ser que o vento ou a chuva levantem muito sua cortina e a deixe voando sem rumo pela sala, o que faz com que ela se torne mais um problema do que uma solução.

Sempre avalie e compare a quantidade de brisas e correntes de vento que entram em sua sala de estar e entenda qual é a resistência necessária para, assim, escolher o material ideal, seja ele pesado ou leve. O mais importante é que sua cortina seja funcional e atue em seu favor.


Gostou de saber mais sobre todas essas dicas?

Não deixe de conferir as novidades que estão no blog da Tegra. Temos certeza você irá adorar todas as dicas que separamos para você!

Receba nossas notícias e informações exclusivas diretamente no seu e-mail


;