Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X

Blog da Tegra

3 Ideias de iluminação para sala de estar

Já pensou na importância da iluminação da sua sala de estar? Muitas vezes negligenciada, a iluminação é fundamental para criar harmonia no ambiente. Confira algumas ideias para garantir luz suficiente em cada pedacinho da sua sala!

05/07/2019 • 16h52min • EM DICAS & DECORAÇÃO

As pessoas têm a tendência de gastar horas e mais horas para escolher o sofá da sala ou a cor das paredes, mas frequentemente esquecem da importância de uma iluminação apropriada. Num cômodo onde assistimos à TV, lemos livro, recebemos os amigos e onde passamos a maior parte do tempo dentro de casa, a iluminação é tanto questão de estética quanto de funcionalidade. E é ela que cria uma atmosfera de intimidade com quem pisa no apartamentos, já que normalmente, é o primeiro cômodo ao abrir a porta. Afinal, a primeira impressão é a que fica.

Um bom jogo de luz para a sala de estar tem diferentes tipos de luz, com diferentes intensidades, que trabalham juntas para deixar o espaço aconchegante. O trabalho começa com a valorização da luz natural, investindo em grandes aberturas e portas de vidros e até clarabóias onde for possível. Depois, um projeto luminotécnico é fundamental para não deixar no escuro aquele cantinho que o sol não alcança..

Separamos as três estratégias de luz mais populares entre os profissionais e explicamos como elas funcionam. Confira e aprenda a combinar todas elas para uma iluminação impecável na sua sala de estar!


Iluminação de realce

Para criar um clima mais interessante dentro da sala de estar é interessante destacar alguns detalhes do espaço, seja uma lareira, uma parede texturizada ou um quadro na parede. Nesse caso, a iluminação de realce é o caminho para criar um ponto focal no detalhe que você quer destacar. Luzes embutidas e ajustáveis direcionadas para esses pontos, ou uma iluminação de gabinete são exemplos que funcionam muito bem. 

Mas para que ela realmente faça o seu papel, é necessário que ela forneça cerca de cinco vezes mais luz no ponto focal do que a luz geral circundante.


Iluminação ambiente

Luzes de teto, lustres elegantes, luz embutida, luminárias são esse tipo de luz o responsável por iluminar a sala de maneira geral. E é a iluminação que mais será usada no dia-a-dia. Por isso, ela afeta a qualidade geral do ambiente e o valor da conta de luz. O ideal é pensar em iluminar a sala como um todo usando soluções de eficiência energética, com LED e outros tipos econômicos e duráveis. O uso de dimmer também é interessante para controlar a intensidade da luminosidade.


Iluminação de tarefa

Quando você quer ler um livro ou precisa escrever em uma mesa, a chamada iluminação da tarefa ajuda você a fazer as coisas. Essa luz mais brilhante pode ser uma luminária de piso com um braço oscilante ao lado de uma cadeira confortável ou uma fonte de luz direcionada sobre uma mesa, como um abajour.

São luzes que você não usa toda hora, mas quando precisar e não tiver, farão uma falta imensa!

Nesse caso, o posicionamento da luminária é essencial para a sua praticidade. Pense nos espaços principais, onde você usaria ela. Ou opte por modelos portáteis que permitem uma maior flexibilidade.


Com essas três opções de iluminação, o ideal é pensar em um projeto que combine as três de acordo com a necessidade do espaço. Comece pela luz ambiente para iluminar o cômodo em geral. Com isso pronto, veja qual detalhe da decoração seria bacana destacar e, por fim, identifique a necessidade de uma luz focal para as atividades que possam vir a ser realizadas na sala.


Gostou da dica? Quer saber mais?

Não deixe de conferir nenhuma novidade no novo blog da Tegra. Temos certeza que você irá se surpreender!



;