Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X

Blog da Tegra

Qual é o melhor piso para meu apartamento? Entenda!

Escolher o tipo certo de piso depende do seu gosto e como combinar tudo com o ambiente. Existem vários modelos no mercado, cada um com funções diferentes e aparências diversas. Acesse e entenda mais sobre como escolher o piso ideal para seu apartamento.

06/03/2020 • 10h00min • EM DICAS & DECORAÇÃO

como escolher o melhor piso para seu apartamento

O piso certo para o seu apartamento parece ser uma escolha difícil. Claro, existem vários modelos no mercado, cada um com funções diferentes e aparências diversas. Mas a escolha depende de dois fatores bem simples: o seu gosto e como você irá combiná-los.

O post de hoje prepara você para fazer a melhor escolha para seu apartamento. Veja algumas dicas de uso para cada tipo de piso, e suas principais vantagens e desvantagens.

Madeira Cumaru

Originalmente brasileira, este tipo de madeira oferece diversas vantagens, começando pelo preço e facilidade de encontrar no mercado.

Além disso, a Madeira Cumaru é muito versátil, podendo ser aplicada em forma de assoalho, piso pronto, laminado e vinílico. É muito utilizada na construção civil para a fabricação de pisos decks, escadas e painéis.

Um material de ótima qualidade e resistência, além de ser prática no momento de limpar (basta usar um pano macio e levemente umedecido, e nunca usar solventes ou abrasivos).

Taco

Um dos mais tradicionais do mercado. Antigamente, o taco de madeira era muito utilizado em apartamentos e residências antigas e por conta disso, as pessoas se acostumaram a atribuir aos tacos antigos um olhar conservador. Mas não se engane. Ele é moderno e muito usado em ambientes contemporâneos. O segredo é entender como ele pode funcionar no seu ambiente e ter uma boa equipe de instalação.

Uma de suas vantagens é a resistência, que possibilita um maior tempo de vida útil do material. Além disso, seu visual traz uniformidade e charme ao ambiente.

Piso Vinílico

Um dos mais requisitados. De instalação prática e rápida, é uma das alternativas mais acessíveis entre os pisos de madeira. Isso porque é feito com materiais recicláveis, a partir de PVC, o que o torna uma opção sustentável para quem pretende substituir os pisos de madeira.

Prefira o piso vinílico pela sua resistência, alta durabilidade e fácil manutenção (um pano úmido já é o suficiente para limpar). Ele é indicado para cômodos que tenham contato com água, como o banheiro, a área de serviço e a cozinha.

Cimento Queimado

Um dos mais usados atualmente. Serve perfeitamente de base para um estilo mais industrial, onde o tom cinza traz uma aparência mais clean. Seu efeito com aparência de inacabado é ideal para quem gosta dos estilos contemporâneo e industrial de decoração, mas também combina bem com o rústico.

Apresenta boa resistência se aplicada uma resina específica sobre o cimento ainda fresco. É ideal para obras rápidas, mas deve ser escolhido cautelosamente, pois esse tipo de piso pode ficar estranho se aplicado em cômodos que não combinem com o material. É bem fácil de limpar.

Piso Laminado

Uma alternativa acessível em comparação com os pisos de madeira convencional, pois é feito com base HDF (micropartículas de madeira). É versátil, sustentável e substitui a madeira de forma mais natural, criando um efeito decorativo semelhante. Além disso, ele é ótimo para evitar alergias à poeira, pois não acumula sujeiras na superfície e atua como excelente hipoalergênico.

A única ressalva é que esse piso não deve ter muito contato com o sol ou a água, que podem danificar o material. Também não é indicado para quem possui animal de estimação.

Carpete

Surgiu como uma variação dos tapetes, contemplando todo o ambiente. Suas vantagens abrangem a absorção do som (absorve ruídos mais do que qualquer outro tipo de pavimentação), a composição antiderrapante e a sensação de aconchego que ele transmite. Podem ser feitos de lã, poliéster e outros materiais. E está entre os materiais mais baratos para decorar seu piso.

Não é indicado para pessoas alérgicas, devido ao acúmulo de pó que pode ocorrer, e para quem tem animais de estimação. A limpeza deve ser feita com aspirador de pó e um pano úmido não muito encharcado, pois o material absorve a água e pode criar mofo.

Granito

Uma solução bonita e inteligente para ambientes frios, como cozinhas e banheiros. Material natural, cujos destaques são sua resistência e durabilidade. O preço elevado compensa por conta da facilidade para limpar (apenas água e produtos para higienização). E não perde o brilho com o passar do tempo.

E por ser um tipo de piso frio, é uma excelente escolha para ambientes mais quentes e locais com climas temperados. No inverno, porém, pode-se investir em aquecedores e carpetes, para evitar que a casa fique “gelada” demais.

Mármore

Bem semelhante ao granito em termos de finalidade. Pode ter o preço mais elevado entre os pisos aqui citados, mas vale estudar em termos de sofisticação o resultado desejado.

Também possui uma grande variedade de cores e formatos, e seus traços combinam muito bem com espaços como living, cozinha e banheiro. Nas áreas molhadas, use-o em sua forma bruta, para que o material não fique escorregadio quando entrar em contato com a água.

Está procurando mais posts sobre decoração? Veja também os erros mais comuns na decoração de salas e dicas de iluminação para sala de estar. E fique atento aos próximos artigos aqui no Blog da Tegra!

Receba nossas notícias e informações exclusivas diretamente no seu e-mail


Proteção de Dados Pessoais

A Tegra utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência
de acordo com nossa Política de Privacidade . Ao continuar navegando, você aceita estas condições.
Acesse nossa Política de Privacidade e saiba como tratamos dados pessoais.