Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X

Blog da Tegra

Bairros que mais valorizaram em SP em 2018

Acompanhando o reaquecimento da economia do país, o setor imobiliário vem, desde o início de 2017, apresentando melhoras. Confira quais foram os bairros que mais valorizaram em São Paulo.

08/08/2018 • 10h19min • EM MERCADO

O cenário imobiliário no Brasil está crescendo, acompanhando uma melhora nos índices econômicos do País. Desde o início de 2017, o setor vem registrando melhoras, com aumento no número de vendas e de lançamentos. Para este ano, a expectativa é um crescimento ainda maior, com a construção de mais empreendimentos e taxas mais favoráveis para o financiamento.

Em São Paulo, os três primeiros meses de 2018 foram de bastante otimismo. E isso, obviamente, começa a refletir na valorização dos imóveis, conforme a demanda aumenta e a oferta diminui.

A última pesquisa feita pelo portal Imóvelweb, disponibilizada em março, mostra quais bairros sofreram maior valorização em 2017 e já nos dá uma ideia do que vem por aí em termos de valorização imobiliária. Os dados foram obtidos a partir da análise dos preços dos imóveis anunciados para venda no site Imovelweb em 2017, de apartamentos de dois dormitórios, 65m² e uma vaga na garagem. Segundo relatório, as regiões que mais valorizaram, no ano passado, foram a central e a noroeste. A primeira, por causa de sua localização privilegiada. A segunda, por causa de sua disponibilidade de terrenos que atrai o investimento de grandes incorporadoras. Na contramão, a zona nordeste e a sul foram as que sofreram as maiores desvalorizações.

A seguir, veja onde os preços subiram e caíram na capital.


Os bairros que valorizaram

O centro registrou o maior aumento no preço dos imóveis, com uma valorização anual de 2,1%. O valor médio do metro quadrado, na região, ficou por R$7.832. A Sé foi responsável pelo maior aumento em toda região, registrando uma variação anual positiva de 15%.

Em segundo lugar no ranking da valorização, a região noroeste mostrou um aumento de 1%. O valor médio do metro quadrado ficou por R$5.510. Os bairros Santa Inês e Vila Barreto foram os mais valorizados, com 16% e 11% de variação positiva, respectivamente.

Outro destaque foi a região oeste que registrou uma valorização de 0,5% e fechou o período com um preço médio de metro quadrado de R$8.241.


• Valorização por região:

Região do Centro

  • Preço do médio do m²: R$ 7.832
  • Valorização: 2,1%


Região Noroeste

  • Preço do médio do m²: R$ 5.510
  • Valorização: 1,0%


Região Oeste

  • Preço do médio do m²: R$ 8.241
  • Valorização: 0,5%



• Valorização por bairro:


Santa Inês (zona noroeste)

  • Valorização: 16%


Sé (centro)

  • Valorização: 15%


Vlia Barreto (zona noroeste)

  • Valorização: 11%


Os bairros que desvalorizaram

A Zona Nordeste foi a região que apresentou a maior desvalorização da capital, com uma variação negativa de 2,4% em 2017. O valor médio do metro quadrado para a região ficou em R$6.169. Os bairros de Chácara Santa Etelvina e Vila Beatriz foram os que mais desvalorizaram, com queda de 29% e 24%, respectivamente.

Seguindo essa tendência de queda, a Zona Sul registrou a segunda maior variação negativa, fechando em -2%. Por lá, o valor médio do metro quadrado ficou em R$5.403.

Depois, as regiões leste, sudeste e centro-sul desvalorizaram em 0,5%, 0,2% e 0,2%, respectivamente.


Os bairros mais caros

Embora a Zona Sul tenha sido destaque em desvalorização, os bairros mais caros da cidade estão localizados lá. Por causa de sua extensão, a região consegue abrigar grandes contrastes, com bairros nobres, principalmente devido a sua proximidade com o Parque do Ibirapuera.

Os bairros com o preço médio dos imóveis mais alto em São Paulo são: Ibirapuera, com R$ 18.602 por metro quadrado e Vila Nova Conceição, com R$16.748 por metro quadrado, ambos na Zona Sul. Além do Jardim Europa, com valor médio de R$16.865.

Para saber mais sobre os melhores bairros para morar em São Paulo, acesse.

Gostou da dica? Quer saber mais?

Aproveite e leia também:

Breve panorama do mercado imobiliário do RJ em 2018

Entenda de uma vez como funciona o financiamento de imóveis

Não deixe de conferir nenhuma novidade no blog da Tegra. Você irá se surpreender!


;