Confira algumas ideias para decorar o quarto do seu bebê | Blog Tegra
Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X

Blog da Tegra

Confira algumas ideias para decorar o quarto do seu bebê

A decoração do quarto do bebê é sempre um grande projeto para os pais. E com tantas novidades, fica difícil encontrar as melhores ideias de forma simples. Por isso, comece do começo e venha conferir como escolher as cores do quarto do seu bebê.

09/08/2018 • 14h33min • EM DICAS & DECORAÇÃO

O quarto do bebê é sempre um grande projeto para os pais, principalmente para os de primeira viagem. E realmente, são tantas novidades, tantas ideias, tantas tendências que fica complicado até saber por onde começar. Por isso, resolvemos te ajudar com o primeiro passo: a escolha das cores para o quarto do novo membro da família. Confira as nossas dicas sobre como escolher a paleta de cor mais adequada e inspire-se.


Procure por inspirações

Antes de mais nada, veja o que está rolando por aí, procure por referências e ideias que você goste. O Pinterest é um ótimo lugar para começar. Foque nos conceitos, nas cores, nos temas, nos estilos. Às vezes, um pequeno detalhe que te chame atenção pode ser o suficiente para inspirar todo o quartinho.

Pense no que está na moda e no que é atemporal. Afinal, você não vai querer ficar mudando a decoração inteira do cômodo a cada tendência que surja.


Considere o espaço disponível

Antes de sair por aí decidindo as cores das paredes, dos móveis, dos tecidos e tudo o mais, considere o próprio quarto. Ele é grande ou pequeno? Tem bastante luz natural ou precisa de iluminação artificial?

Essas questões são fundamentais na hora de escolher a tonalidade do cômodo. Você pode adorar cores mais fortes, mas matizes escuras absorvem luz e podem sobrecarregar demais ambientes pequenos. Cores claras, por outro lado, podem deixar o quarto maior e mais claro. E levar isso em conta é importante para conseguir criar um ambiente aconchegante e aproveitar ao máximo o espaço disponível.

Se o espaço é limitado, aposte em cores vivas pontualmente. Pode ser uma só parede diferente das demais ou a cortina mais chamativa ou os travesseiros coloridos.

Não se preocupe. Solte a criatividade e descubra a melhor forma de aplicar cores mais marcantes nos detalhes, enquanto o restante mantém uma tonalidade mais neutra.


Pense a longo prazo

Como já falamos, não dá para ficar alterando toda a decoração de um quarto toda hora. Por isso, pense no passar do tempo e no crescimento do seu bebê.

Hoje, pode parecer uma ótima ideia um quarto com todas as tonalidades de rosa, desde as paredes até os acessórios. Mas com o passar do ano e com as novas fases da criança, esse rosa todo começa a ficar exagerado.

Tente uma decoração mais atemporal e aplique cores nos detalhes: almofadas, adesivos de parede, cortinas podem ser facilmente substituídos se for o caso.


Pesquisa cores que acalmem

De acordo com a ciência por trás da psicologia das cores, cor pode ter um significativo impacto nas crianças, afetando seu humor, comportamento, sentimento e até mesmo seu bem-estar físico. Por isso, vá atrás de cores que tragam calma e paz.


Azul

Com um mar calmo ou um céu sem nuvens, tonalidades leves de azul proporcionam relaxamento. A exposição à cor azul é, comprovadamente, sabida por diminuir a pressão sanguínea, os batimentos cardíacos e a respiração, deixando o corpo mais frio e preparando-o para dormir. O azul também minimiza sentimentos de ansiedade e agressão, sendo uma ótima opção para recém-nascidos mais agitados.


Verde

Essa cor é sempre associada à natureza, proporcionando um senso inconsciente de segurança. Também está associada com saúde e bem-estar, reduzindo a ansiedade e melhorando a concentração.

Ao escolher um tom para o quarto do seu bebê, opte por verdes mais suaves que combinem com tons de terra, como sálvia e musgo. Os verdes azulados, que lembrem espuma do mar, por exemplo, também são uma excelente escolha, combinando os poderes calmantes de ambas as cores.


Roxo

Associado com sabedoria e espiritualidade, o roxo combina as propriedade calmantes do azul com a delicadeza do rosa. Tons de lavanda e lilás criam uma atmosfera serena.

Só tome cuidado para ter certeza que a sua escolha é realmente bem suave. Um roxo mais escuro pode ficar bem grosseiro em um quarto infantil.

E mais: tenha em mente que o roxo sempre parece mais escuro do que o esperado na parede. Para ter certeza do tom que você quer, ao escolher a cor que você gostou, opte por uma tonalidade ainda mais clara do que a sua escolha original.


Rosa

O rosa claro é a cor do amor incondicional, proporcionando sentimentos acolhedores. Por isso, é uma escolha bem legal para o quarto do bebê. Mas cuidado com a tonalidade também. Tenha certeza de usar um tom mais pastel, puxado para o pêssego para não sobrecarregar o ambiente.

Essas são apenas algumas opções. Também é possível usar tons mais neutros, como areia, gelo e até mesmo o branco para não ter erro. Procure referências e use a imaginação.


Escolha por estilo ou tema

Para facilitar a sua vida, procure por um estilo ou um tema que você goste e ache adequado para o quarto. Estilos ou temas de decoração, em geral, já vêm com uma paleta de cores associada. Assim, você diminui a quantidade de opções e agiliza a escolha final.

Por exemplo, se você escolher por um estilo mais rústico, você vai focar em matizes mais quentes inspiradas na natureza. Quer um estilo mais clássico? Tente uma matiz mais pastel.

Um tema também evoca tonalidades específicas. Se você pensou no mar, não dá para deixar o azul de lado. Ou se você quer princesas, um toque de rosa é obrigatório.

Escolha seu tema e deixe a sua criatividade te guiar.


Escolha os tecidos primeiro

Ainda precisa de inspiração? Vá às compras! Um belo conjunto de cama ou um estiloso tapete podem servir como como uma base para a sua decoração.

Além disso, é mais fácil fazer a sua paleta de cores combinar com os seus acessórios do que ao contrário. Encontre os móveis, os itens e os acessórios que mais te agradam e depois adapte a cor de acordo com os objetos escolhidos.


Encontre o equilíbrio

Para criar um esquema de cor bem balanceado, limite-se a uma cor principal e apenas uma ou duas cores de destaque. E assegure-se de usar cada cor, ao menos, três vezes pelo cômodo, sempre usando mais a cor principal.

Tente a regra do “60-30-10”: 60% do quarto deve ser dar cor principal, 30%, de umas das cores de destaque, a menos viva entre as duas, e 10%, da cor mais viva. Assim você garante o toque de cor mais forte do cômodo, mas sem exageros.


Não seja apressado

Finalmente decidiu o seu esquema de cor? Agora é a hora de ver se ele realmente vai funcionar. Na parede, a tinta pode ser totalmente diferente do esperado e isso deve ser considerado. Antes de comprar galões e mais galões de tinta da mesma cor, teste na parede. Espere a tinta secar completamente e verifique como ela afeta o cômodo. Preste atenção na interação da luz natural com essa cor também.

Se você estiver feliz com o resultado, siga em frente!


Escolha o tipo de tinta mais adequado

Para evitar qualquer acidente que possa estragar a sua parede, há diversas opções de tintas no mercado que são ótimas para quem tem criança em casa. Considere as que são fáceis de limpar com acabamento brilhante, e as que são próprias para rabiscar. Assim sua criança se diverte e você não fica com o cabelo em pé!

Gostou da dica? Quer saber mais?

Não deixe de conferir nenhuma novidade no novo blog da Tegra. Temos certeza que você irá se surpreender!


Chat
Olá! Como podemos te ajudar?
Já sou cliente Quero trabalhar na Tegra Quero ser fornecedor Quero comprar um Tegra
Ligue e fale com um corretor Tegra
11 3197-2990
Whatsapp
E-mail
Chat