Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X

Blog da Tegra

Saiba como melhorar a imunidade e mantê-la alta

Quando a imunidade está baixa, temos mais facilidade em ficar doentes. Para melhorar esse quadro, devemos tomar algumas medidas importantes. Confira!

29/09/2020 • 16h34min • EM DICAS & DECORAÇÃO

Muulher negra e com dreads tomando um copo d'água na cozinha

Certamente, você já ouviu alguém dizer: “nossa, peguei um resfriado, minha imunidade deve estar baixa”. Mas, afinal, o que isso significa? 

O sistema imunológico funciona como escudos de proteção em nosso organismo contra qualquer tipo de infecção. É uma barreira formada por milhões de células de diferentes tipos e com diversas funções. Entre elas, estão os anticorpos. Dessa forma, quando um microrganismo invade o corpo, o sistema é capaz de identificar e ativar mecanismos de defesa com o objetivo de combater esse “intruso”.

Quando a imunidade está baixa, temos mais facilidade em ficar doentes. Para melhorar esse quadro, devemos tomar algumas medidas importantes. Confira aqui algumas dicas de como melhorar a imunidade e mantê-la alta!


Dicas para melhorar a imunidade

Para manter esses escudos sempre a postos, precisamos cuidar do nosso sistema imunológico. 


Hidrate-se

Não existe apenas uma medida para melhorar a imunidade. É necessário colocar em prática um conjunto de ações que ajudará a fortalecer a defesa do corpo. A água é uma delas. Ela representa de 40% a 80% do peso total do ser humano, e as funções vitais dos órgãos dependem dela para funcionar plenamente. 

Como o nosso corpo não possui reservas ou condições para armazenar água, é essencial fazer a reposição para manter a saúde. Segundo o Dr. Drauzio Varella, em média, precisamos beber 2 litros de água todos os dias. 

É um erro beber água apenas quando se está com sede. Quando isso acontece já é sinal de que a quantidade de líquidos está abaixo do nível desejado. Então, criar o hábito de hidratar o corpo é importante para não chegar ao limite. 

A ingestão de água melhora a resistência física e retira as impurezas do organismo, prevenindo doenças. 

Tenha uma alimentação saudável

É mito ou verdade que a alimentação ajuda a fortalecer o sistema imune? Pesquisas e estudos clínicos ao longo da história indicam que os nutrientes presentes nos alimentos têm papel fundamental na proteção contra doenças infecciosas, inclusive as causadas por vírus.

Durante uma entrevista à Rádio USP, a professora Selma Freire de Carvalho da Cunha, da área de Nutrologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, explicou que uma pessoa que consome uma baixa quantidade de verduras, frutas e cereais, por exemplo, poderá apresentar deficiência de proteínas e micronutrientes, como ferro, zinco, selênio e vitaminas, e isso aumenta o risco de infecção. 

A nutróloga ressaltou, ainda, que não existe um alimento milagroso, mas ações para uma vida saudável. Ela destacou as frutas cítricas, castanhas, amendoim, gengibre, alho e alimentos ricos em zinco, como feijão, vagem, grão-de-bico e ervilhas, como boas fontes para fortalecer o organismo.

Faça alguma atividade física

Estamos nos tornando cada vez mais sedentários. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o sedentarismo é considerado o quarto maior fator de risco de mortes no mundo.

Diante do surgimento de novos vírus, mais do que nunca é preciso cuidar da saúde e seguir as orientações médicas.

A literatura científica é repleta de artigos que relatam os benefícios dos exercícios para reforço do sistema imunológico. Qualquer atividade física com gasto de energia e aumento do metabolismo melhora o funcionamento do organismo como um todo. 

Além do benefício para os nossos escudos protetores, a prática de exercícios libera substâncias que proporcionam a sensação de paz e tranquilidade.

Leia também:

Veja alguns exercícios que podemos fazer sem sair de casa

Fuja do estresse

Um dos fatores que impacta a imunidade é o estresse. Quando ele não é gerenciado, o corpo produz em excesso o hormônio cortisol, gerando desequilíbrio no sistema de proteção.

Situações difíceis podem afetar a nossa saúde mental, aumentando os níveis de ansiedade e estresse. O melhor a fazer é buscar amenizar os sintomas e tentar viver uma vida saudável, com o melhor equilíbrio possível entre saúde mental e saúde física.

Saiba mais:

Saúde mental: entenda o que é e como mantê-la em dia

Durma bem

Durante as nossas atividades diárias, os nossos escudos estão trabalhando incansavelmente e, em algum momento, eles precisam “recarregar as energias”. Imagine quando isso ocorre?

Enquanto dormimos, o nosso organismo realiza os ajustes essenciais para o bom funcionamento das nossas defesas naturais. 

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, fizeram um teste com 164 voluntários que tiveram contato com um vírus de resfriado. Durante cinco dias, o sono deles foi monitorado. Os cientistas concluíram que o risco de ficar resfriado é 4,5 vezes maior em pessoas que dormem por menos de cinco horas por dia. 

Existem algumas atitudes que você pode tomar para preparar a sua mente e o seu corpo para dormir melhor. Veja estas dicas para criar uma rotina para dormir melhor.


Alguns sinais de imunidade baixa

  • Infecções constantes;
  • Cansaço excessivo;
  • Vômitos, diarreia e náusea;
  • Febre e calafrios.


A mudança de hábitos é fundamental para manter as defesas do organismo em dia. Caso esteja com sinais de imunidade baixa, não deixe de consultar um médico. Cuide-se! 

Gostou dessas dicas? Leia também aqui no Blog da Tegra:

A importância do equilíbrio entre corpo e mente

Receba nossas notícias e informações exclusivas diretamente no seu e-mail


;

Proteção de Dados Pessoais

A Tegra utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência
de acordo com nossa Política de Privacidade . Ao continuar navegando, você aceita estas condições.
Acesse nossa Política de Privacidade e saiba como tratamos dados pessoais.

;