Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X


Blog da Tegra

Sol nascente ou poente? Descubra como identificar o imóvel ideal!

Entender se o sol é nascente ou poente é fundamental no momento de escolher um imóvel. Clique e saiba mais.

16/02/2022 • 13h52min • EM LIFESTYLE

title="Imagem

A incidência solar em um imóvel é, muitas vezes, um fator fundamental para a escolha do apartamento, já que interfere diretamente na qualidade de vida dos moradores.

A busca pelo imóvel ideal demanda atenção a diversos aspectos, como metragem, andar, mobilidade e comércios na região, localização e segurança. Entretanto, também é muito importante observar se  se a construção recebe a incidência do sol nascente ou poente.

Essa avaliação deve ser feita com muita atenção, já que não se trata apenas de gosto pessoal, mas de um fator que impacta diretamente na qualidade e estilo de vida dos moradores, assim como na valorização do imóvel.

Quais as diferenças entre o Sol nascente e poente?

A resposta para essa pergunta não é tão simples quanto parece. O primeiro passo é entender que o sol nasce na direção leste e se põe na direção oeste, nascente e poente, respectivamente. Então o sol vai nascer e se pôr exatamente na mesma posição todos os dias? Não! As estações do ano interferem diretamente nisso. Ou seja, na primavera, por exemplo, tanto o nascer quanto o pôr do sol podem ficar mais para a esquerda ou direita.

Em regiões mais próximas da linha do Equador, essa variação costuma ser menor por conta da inclinação do planeta.

Muitas pessoas tendem a preferir imóveis posicionados ao sol nascente, devido à suavidade do sol da manhã, enquanto outras preferem a possibilidade de contemplar um belo pôr do sol e, logo, optam por imóveis ao sol poente.

Fotografia de uma mulher observando o pôr-do-sol É importante prestar atenção também ao clima. O Brasil é um país tropical de dimensões continentais, com muitas cidades bem quentes e outras proporcionalmente frias.

Nas regiões de clima mais abafado, as pessoas costumam evitar imóveis que recebem sol durante a tarde, já que tendem a deixar o imóvel mais quente.

Como identificar se o imóvel tem incidência do sol nascente ou poente?

É comum que edifícios na mesma rua – e até no mesmo condomínio, tenham diferença na incidência solar. Isso se dá por conta da posição da construção do imóvel. Dependendo da distribuição, o apartamento de um vizinho pode receber o sol poente enquanto no seu apartamento o sol é nascente.

Por isso, aqui estão algumas dicas que podem ajudar você na hora de escolher um apartamento:

- Visite o local algumas vezes, em dias e horários diferentes;
- Considere a orientação do imóvel com relação aos pontos cardeais;
- Analise a região da cidade em que o imóvel está localizado. Lembrando que, quanto mais ao oeste, receberá maior incidência do sol poente, e quanto mais ao leste, do sol nascente;
- Converse com seu corretor para expor suas dúvidas e necessidades.

A incidência solar interfere no bem-estar dos moradores

A temperatura e as mobílias são algumas das características que possuem relação direta com o bem-estar que o ambiente proporciona. A falta de sol em alguns cômodos como lavanderia e banheiro, por exemplo, podem acarretar no aparecimento de mofo, que atinge não só a estrutura, mas também danifica aparelhos eletrônicos, móveis e pode impactar a saúde dos moradores.

É importante avaliar também a iluminação em cada um dos cômodos, lembrando que as faces voltadas para o norte costumam ter maior incidência solar. Além disso, o tamanho e a disposição das janelas fazem toda diferença, já que são “o caminho de entrada” da luz natural no ambiente.

Ainda, é importante destacar que o sol nascente ou poente reflete também na necessidade de instalação de ar-condicionado ou aquecedor.

Fotografia de  aperto de mão de empresários após acordo de construção de prédio de apartamentos

As necessidades dos moradores também devem ser ponderadas

Agora que você já conhece a diferença entre as posições do sol, é importante analisar as demandas e a rotina da sua família.

Sabemos que a necessidade ou limitação de exposição ao sol é uma questão importante e diretamente relacionada à saúde (física e emocional) de cada indivíduo. Por exemplo, enquanto algumas pessoas não podem se expor aos raios solares, outras tomam longos banhos de sol durante o dia. Esse é um detalhe importante que também se estende aos animais de estimação e as plantas que você possa cultivar no ambiente.

O mercado imobiliário também é movimentado pela luz solar

É fato que a valorização imobiliária depende de diversos fatores, que envolvem não só as condições de mercado, mas também as características de construção e conservação dos imóveis.

Você deve estar se perguntando “ué, então o sol no imóvel pode fazer com que ele custe mais?”. A resposta é: sim, pode. Como dissemos, a incidência solar afeta diversos aspectos do cotidiano e, por esse motivo, pode trazer ainda mais valor para a negociação de um imóvel. 

Receba nossas notícias e informações exclusivas diretamente no seu e-mail


Chat
X
WhatsApp
X
Ligue e fale com um corretor
X
Whatsapp
E-mail
X
Olá, eu sou a Clara, e estou aqui para
te ajudar. Por favor, escolha uma das
opções abaixo para começarmos.
Escolha o seu corretor


Proteção de Dados Pessoais

A Tegra utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência
de acordo com nossa Política de Privacidade . Ao continuar navegando, você aceita estas condições.
Acesse nossa Política de Privacidade e saiba como tratamos dados pessoais.