Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X

Blog da Tegra

10 motivos para investir em apartamentos compactos

Tendência no mercado imobiliário, os apartamentos compactos chamam a atenção pela ampla infraestrutura e oferta de facilidades. Saiba mais!

19/10/2020 • 10h00min • EM MERCADO

Uma fotografia de um apartamento compacto com sala e quarto

Bastam algumas voltas pela cidade de São Paulo para constatar que o mercado imobiliário continua aquecido, com uma variedade de empreendimentos em construção. Aos olhos, um tipo se destaca: os chamados apartamentos compactos.

Para se ter uma ideia, eles corresponderam a 60% das vendas e lançamentos na capital em 2019, segundo dados do Secovi-SP (Sindicato do Setor).

A mudança de estilo de vida e as leis de zoneamento ajudam a explicar essa tendência, que deve permanecer nos próximos anos. E esta pode ser também uma boa oportunidade de investimento.


O que são apartamentos compactos?

São apartamentos que possuem, em média, menos de 45 metros quadrados, geralmente com um dormitório ou do tipo Studio. Para compensar o pouco espaço privado, esse padrão de empreendimento tem valorizado os ambientes de uso comum entre os moradores.


Como surgiu essa tendência?

Os fatores econômicos e os novos padrões socioculturais ajudam a explicar este cenário. Desde 2015, com as mudanças realizadas no Plano Diretor de São Paulo - conjunto de regras que determina o crescimento da cidade num período de 20 anos, os prédios altos só podem ser construídos em áreas próximas de estações de metrô ou terminais de ônibus. 

Diante disso, os preços dos terrenos em regiões com ampla oferta de transporte público inflacionaram o custo para a construção. Uma das estratégias adotadas para dirimir esse impacto foi convergir em plantas com metragem menor. 

De acordo com o Secovi-SP, as unidades com apenas um dormitório foram as que mais diminuíram: passaram de 55,7 metros quadrados, em média, para 33,2 metros quadrados em 2019.  

Hoje, existe uma alteração da Lei de Zoneamento ou Uso e Ocupação do Solo que prevê o aumento do limite dessas construções, mas o processo está suspenso temporariamente pela Justiça de São Paulo desde dezembro de 2019.

Quem está impulsionando esse mercado

Mobilidade urbana e qualidade de vida são duas necessidades pujantes para quem vive nas grandes cidades.

O estilo de vida mudou e, com isso, surgem novas necessidades. Este é outro fator que explica a alta demanda por apartamentos compactos. 

As praticidades que eles proporcionam têm atraído, principalmente, quatro perfis de compradores ou inquilinos: jovens que saem das casas dos pais para morar perto de onde estudam (universidades); jovens casais sem filhos, que buscam espaços menores de fácil manutenção; pessoas que desejam agilidade para se deslocar até o local de trabalho e preferem regiões com oferta de transportes públicos; e profissionais que estão consolidando carreira, mas ainda não construíram família.


10 motivos para investir em apartamentos pequenos

Práticos, bem localizados e com vários serviços de conveniência. Estas são algumas das vantagens que tornam esses empreendimentos valorizados e também uma alternativa para quem deseja investir.

Aqui estão 10 motivos que fazem do apartamento compacto um bom negócio: 

1. Prédios modernos

Cada vez mais modernos e sofisticados, as plantas compactas ganham projetos arquitetônicos bem resolvidos, que conseguem otimizar o espaço e atender o estilo de vida contemporâneo. 

2. Infraestrutura

Além de ambientes reduzidos, esses projetos arquitetônicos focam em espaços de serviço e lazer compartilhados. Tudo para motivar os moradores a usufruírem mais das áreas externas do apartamento.

O Alle Studios, da Tegra Incorporadora, é um exemplo dessa tendência. Localizado no Campo Belo, o empreendimento contempla Studios de 24 e 26 metros quadrados com piscina, coworking, fitness, lavanderia, rooftop gourmet, terraço, churrasqueira, bicicletário, entre outros benefícios.

3. Atende a uma nova realidade de trabalho

Os coworkings chegaram aos condomínios residenciais e ganham destaque em tempos de valorização do trabalho em home office. As salas equipadas com wi-fi, o espaço coworking e as salas comerciais são grandes atrativos para quem trabalha remotamente ou deseja estabelecer uma empresa. 

Saiba mais:

Vantagens do espaço coworking em condomínios residenciais

4. Despesas e pouca manutenção

As despesas com esse tipo apartamento são menores, começando pelo valor do IPTU. E com áreas reduzidas e planejadas, não há uma grande quantidade de equipamentos e instalações, o que facilita a manutenção e a realização de consertos. 

Outro ponto é o perfil dos moradores. Como inquilinos, em grande parte dos casos, passam muito pouco tempo em casa, preservando as boas condições do imóvel. 

5. Alternativa aos Flats

Os Studios já mobiliados se tornaram uma alternativa aos Flats, também conhecidos como Apart-hotel.

Eles atraem pessoas que necessitam de uma moradia por curto período, como executivos de outras cidades ou estados que visitam com frequência uma determinada região ou mesmo estrangeiros recém-chegados ao país que precisam se estabelecer rapidamente. 

6. Upgrade

O imóvel pequeno é uma excelente solução para morar em bairros mais valorizados.

7. Valorização da mobilidade

Com um estilo de vida cada vez mais pautado pelo tempo, muitas pessoas não querem gastar horas no trânsito e buscam alternativas de mobilidade, como transporte público e ciclovias. Muitos condomínios não só contam com bicicletários como também fornecem bicicletas para uso compartilhado.

8. Investimento inicial é menor

Se comparar com os imóveis de três ou mais quartos, ou com os que têm áreas externas, os apartamentos compactos têm um valor menor.

Leia também:

Vale a pena comprar apartamento direto com a construtora?

9. Retorno

No caso de locação, é possível ter maior rentabilidade em comparação ao imóvel padrão, pois os inquilinos aceitam pagar aluguéis um pouco maiores para ter mais facilidades em seu dia a dia. 

10. Valorização

Os lucros podem ser bem altos em imóveis localizados em bairros com potencial de crescimento, que estejam recebendo melhorias em infraestrutura e locomoção, como estações de metrô, trem, pontos de ônibus, shoppings e mercados. Tudo isso valoriza o investimento para uma possível venda no futuro.


Gostou dessas dicas? Não deixe de ler também aqui no Blog da Tegra:

Aposte em imóveis para diversificar seus investimentos

Comprar ou alugar um imóvel? Veja como acertar na decisão!

Receba nossas notícias e informações exclusivas diretamente no seu e-mail


;

Proteção de Dados Pessoais

A Tegra utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência
de acordo com nossa Política de Privacidade . Ao continuar navegando, você aceita estas condições.
Acesse nossa Política de Privacidade e saiba como tratamos dados pessoais.

;