Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X

Blog da Tegra

Como declarar seu imóvel financiado no Imposto de Renda?

Tire suas dúvidas e saiba como declarar um imóvel financiado no imposto de Renda. Criamos um artigo para explicar cada detalhe, clique e confira no Blog da Tegra!

15/05/2018 • 09h00min • EM MERCADO

O Imposto de Renda sempre soa como aquele famoso “bicho de sete cabeças” para todos nós. Um ano termina, outro começa e a rentabilidade dos brasileiros volta a se tornar aquela tarefa que gera cada vez mais dúvidas.

Mas, na realidade, se trata de algo muito mais simples do que parece.

E uma pergunta muito comum entre muitas pessoas, principalmente quem está realizando o sonho de ter sua própria casa agora, é:

“Preciso declarar um imóvel financiado? Se sim, como posso fazer da maneira correta?”

A resposta para essa pergunta é “sim”! As regras e recomendações no método da Declaração do seu Imposto de Renda sofreram algumas alterações nos últimos anos e incluem a presença de imóveis do contribuinte que estão sendo financiados, mesmo que por terceiros, como bancos.

Por isso, não se preocupe! Vamos te ajudar a entender o processo geral e depois esclarecer todos os procedimentos que você deve seguir a partir de agora com seu imóvel financiado da Tegra. Nosso passo a passo vai te ajudar a fazer a declaração do Imposto de Renda 2021.

Afinal, como posso começar a fazer meu imposto de renda?

Se você comprou um imóvel no ano passado, é necessário informar esse novo patrimônio na sua declaração do Imposto de Renda 2021.

Tudo começa de uma maneira bem simples, com o preenchimento da sua ficha no programa IRPF 2021, que está disponível para download no site da Receita Federal.

Aos poucos, você informa todos os seus dados de identificação e também os seus rendimentos que são normalmente fornecidos pelo departamento responsável do seu ambiente de trabalho, mas é possível obtê-los com seu banco também.

Conforme este processo for avançando e for terminado, é chegada a hora de declarar seus “Bens e Direitos”, como consta na ficha oferecida pelo próprio programa.

É nesta etapa em que seu imóvel financiado será incluído na sua declaração!Caso você tenha sido um dos que aproveitaram para investir em um novo imóvel para sua família ou seu negócio, como já destacamos por aqui antes, fique atento ao nosso próximo passo!

Declarando um imóvel financiado

Aqui vamos te mostrar como você deverá declarar o seu imóvel em 2021. O valor a declarar não é o valor total do imóvel, mas apenas o montante que você efetivamente pagou no ano passado.

Após ter realizado todos os passos anteriores, você precisa acessar a ficha “Bens e Direitos” no menu do lado esquerdo da tela do programa para informar o imóvel financiado.

Em seguida, clique em “novo” e selecione a opção que melhor corresponde ao seu novo imóvel (11 – Apartamento ou 12 - Casa) e clique nas seções “Situação até 31/12/2019” e “Situação até 31/12/2020”.

Você deverá usar o campo “Observações” para declarar os detalhes do financiamento, como valor financiado, número de prestações, características do imóvel, nome do banco e número do contrato.

A soma de todas as parcelas acaba resultando em todo o valor que foi pago naquele ano. Se o imóvel foi comprado em 2020, deixe o campo "situação em 31/12/2019" com valor zero.

Ah, e se existia a necessidade de declarar seu imóvel financiado já no ano de sua compra (neste caso, 2020), é importante que seja feita uma declaração retificadora para incluir o imóvel e todos os valores das parcelas pagas nos anos que acabaram ficando de fora.

Dicas para evitar confusões na sua irpf

Agora, todo cuidado é pouco. Ter conhecimento do sistema de Declaração que está sendo utilizado no ano atual é muito importante. Confira algumas dicas abaixo para evitar confusões no preenchimento do IR 2021:

- Fique atento a boletos e informativos falsos! Caso você tenha sofrido com o ataque por parte de algum criminoso virtual que afetou diretamente as suas finanças, cheque todas as informações e informes que sejam necessários para ter certeza que nenhum pagamento tenha sido fraudado.- Sempre Informe o valor total da prestação (com amortização, juros, seguro e taxas).

- Nas declarações dos próximos anos, você deverá sempre somar as prestações pagas no ano com o valor do imóvel informado no ano anterior.

- Não informe imóvel financiado na ficha de "Dívidas e Ônus Reais". Esse é um erro comum, que pode levar sua declaração para a malha fina.

- Se você utilizou seu FGTS para pagar parte do imóvel, é necessário informar o saque do fundo na ficha "Rendimentos Isentos e Não Tributáveis". Escolha "Tipo do Rendimento" pelo código 04.Parece que você já está pronto!

Parece que você já está pronto!

Muito bem! Depois de todas essas informações, esperamos que tudo tenha ficado mais fácil e simples de ser entendido em relação ao seu Imposto de Renda. E se você estiver com dúvidas sobre a declaração, não deixe de procurar um contador para auxiliá-lo. 

Pronto para fazer seu dever como cidadão?

Não deixe de conferir nenhuma novidade que está no novo blog da Tegra.

Receba nossas notícias e informações exclusivas diretamente no seu e-mail


Proteção de Dados Pessoais

A Tegra utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência
de acordo com nossa Política de Privacidade . Ao continuar navegando, você aceita estas condições.
Acesse nossa Política de Privacidade e saiba como tratamos dados pessoais.