Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X

Blog da Tegra

Pet place ganha espaço e é essencial nos novos condomínios

Os pets foram ganhando um status cada vez maior de membros da família ao longo dos últimos anos e são, muitas vezes, fator decisivo no momento da escolha de um apartamento.

14/08/2020 • 11h45min • EM MERCADO

Pet Place em perspectiva do TEG Sacomã

Atualmente, um prédio não é bom o suficiente se apenas oferecer os apartamentos de moradia. A rotina corrida das cidades grandes mostrou que os condomínios precisam oferecer mais benefícios que facilitem o dia a dia dos moradores, além da segurança. É neste contexto que a arquitetura dos novos empreendimentos vem se adaptando para atender a demanda do público que procura por diferenciais.

Um bom exemplo disso é a forma de repensar a acessibilidade para o recebimento de delivery. Trata-se de um serviço cada vez mais usado pelos condôminos, o que gerou a necessidade de adaptação. Podemos destacar também o aumento dos animais de estimação dentro dos prédios, como outro ponto que impactou mudanças significativas, seja de gestão ou estrutura. 

Os pets foram ganhando um status cada vez maior de membros da família ao longo dos últimos anos e são, muitas vezes, fator decisivo no momento da escolha de um apartamento. Para se ter uma ideia, o Brasil já é o segundo país na quantidade de animais de estimação, com 139,3 milhões. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), já temos mais cães e gatos do que crianças nos lares.

Diante desse cenário, é possível encontrar prédios estruturados para proporcionar lazer e bem-estar também ao amigo de quatro patas. E é sobre isso que vamos falar neste post, o pet place


Condomínio e pets

Apesar de ser um assunto que, historicamente, gera atrito e discordância entre os moradores, a presença de animais nos condomínios é inevitável. Não só pelo vínculo afetivo que as pessoas sentem por eles, como também pelo papel que muitos desempenham, seja na terapia ou auxílio a pessoas com deficiência.


O que é pet place?

De olho no perfil crescente de famílias com pets, as construtoras enxergaram uma oportunidade de promover espaços comuns para a convivência harmoniosa entre todos os moradores, incluindo os de quatro patas. O chamado pet place - pet play ou space dog - é uma área do condomínio reservada para o bem-estar e cuidado dos animais de estimação.

Outro termo que está muito difundido e que não deve ser confundido é o “pet friendly”. Este é amplamente utilizado para designar lugares e estabelecimentos onde os animais de estimação são bem-vindos, como bares, restaurantes, lojas, entre outros. 

Vantagens do pet place

O ambiente é pensado justamente nas necessidades do pet. As características variam de acordo com cada empreendimento, podendo conter brinquedos e objetos que permitem seu treino e entretenimento - desde barreiras de corridas e obstáculos, casinhas de cachorro, além de bebedouros próprios e local para necessidades fisiológicas. 


Bem-estar para o pet 

Quem mora em apartamento e não tem a possibilidade de levar o bichinho de estimação para passear sabe como isso pode afetar a sua saúde. Nem sempre é possível, por exemplo, levar o cachorro para passear no entorno, por questões de acessibilidade, comodidade, locomoção ou segurança (do dono e do pet). 

Acontece que a falta de atividade pode deixar os animais estressados, tristes e até com problemas de sobrepeso. E isso reflete em seu comportamento dentro de casa, além de afetar emocionalmente os donos. Se o bichinho está agitado e não tem alternativa, vai demandar mais atenção e pode ter um comportamento rebelde com tanta energia acumulada.

É bem comum chegar em casa e encontrar essas fofuras destruindo móveis, objetos, vasos de plantas, entre outras peripécias. Ter um espaço para “gastar” essa energia onde o pet possa correr, se divertir e acalmar ajuda a controlar o seu ímpeto atlético e reduz a agressividade. Os animais sentem tédio e ansiedade tanto quanto o ser humano.

Dessa forma, ao residir em um condomínio que tenha pet place, a família terá a oportunidade de ter um espaço que foi pensado nele, para que se exercite com segurança e sem os riscos de se machucar ao tentar fazer isso dentro de casa.


Para socializar com outros animais

Muitas vezes, as amplas restrições às áreas comuns acabam impedindo os pets de interagir uns com os outros, o que é essencial para a vida deles. Com um cantinho adequado, os animais têm esse contato e ficam mais sociáveis. 


Redução de custos para a família

Sem um espaço próprio dentro do condomínio, a alternativa é levar os pets para outros locais em busca de entretenimento, e isso tem custos. Além do tempo de locomoção, em alguns casos, é preciso sair do bairro e percorrer longas distâncias, gerando gastos com gasolina, estacionamento, entre outros. 


Melhor convívio entre os moradores

O pet place pode evitar um problema que costuma gerar dor de cabeça para os donos: a sujeira nas áreas comuns e vasos de plantas. Com um local exclusivo para as suas atividades, o animal poderá ser adestrado com mais facilidade. É também uma oportunidade para ampliar a convivência e troca de experiência entre os tutores dos pets.  


Gostou dessas dicas? Não deixe de ler também no Blog da Tegra:

Pet Lover? Conheça os pets mais indicados para apartamento

Receba nossas notícias e informações exclusivas diretamente no seu e-mail


;

Proteção de Dados Pessoais

A Tegra utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência
de acordo com nossa Política de Privacidade . Ao continuar navegando, você aceita estas condições.
Acesse nossa Política de Privacidade e saiba como tratamos dados pessoais.

;