Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X


Blog da Tegra

Saiba o que é seguro fiança locatícia e como ele funciona

O seguro aluguel é uma modalidade de garantia mais simples que o tradicional fiador e mais barata que o depósito caução. Saiba mais!

20/06/2022 • 17h22min • EM MERCADO

title="Mão

Quem está à procura de um imóvel para alugar sabe que precisa ter paciência para lidar com todos os trâmites que esse tipo de transação exige. Para se candidatar a locatário, é preciso levantar diversas documentações, além de dar uma garantia ao locador que irá cumprir com o pagamento dos encargos da locação. 

Essa garantia pode ser realizada por meio de fiança, que é uma modalidade na qual uma pessoa - ou mais - está disposta a arcar com as obrigações do contrato de locação caso ocorra descumprimento por parte do locador. 

O fiador, então, deve arcar com a dívida do inquilino inadimplente. Dá para imaginar o tamanho da responsabilidade? Pode ser mais difícil e demorado alugar um imóvel por fiança.  
 
Outra opção seria o depósito caução, um valor que o locatário deve pagar antes de entrar no imóvel, geralmente corresponde a três vezes o valor do aluguel. Se houver inadimplência, o proprietário pode usar esse dinheiro para cobrir a dívida, caso contrário o valor deve ser devolvido para o locatário. 

Há ainda a possibilidade de contratar um seguro fiança locatícia, modalidade de garantia mais simples que o tradicional fiador e mais barata que o depósito caução. Por esses motivos, em 2020, houve um crescimento de 76% na escolha desse tipo de seguro, segundo a Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg).

Neste artigo, organizamos tudo que você precisa saber sobre o seguro fiança. Confira! 

O que é seguro fiança locatícia?

O seguro fiança, popularmente conhecido como seguro de aluguel, é uma modalidade que substitui outras garantias para locação de imóvel, como o fiador e depósito caução, e protege o proprietário em caso de não pagamento de aluguel, que seria a cobertura básica. 

Há também a possibilidade de incluir outras opções na apólice - como cobertura para despesas ordinárias de condomínio, de contas de água, luz, gás canalizado e IPTU, além de obrigações contratualmente previstas, danos físicos ao imóvel ou à pintura. Isso varia de seguradora para seguradora. 

É importante saber que a cobertura é combinada contratualmente em conjunto entre o locador e o locatário.

É um seguro obrigatório? 

Não é um seguro obrigatório, mas uma boa alternativa para alugar um imóvel hoje em dia, pois nem sempre é fácil encontrar alguém que se disponha a ser fiador e o depósito caução só é uma opção para quem tem o valor exigido na entrada do imóvel. 

Como funciona o seguro aluguel?

A contratação do seguro aluguel é feita pelo inquilino, em uma seguradora que ofereça esse serviço. A imobiliária pode indicar empresas, mas a escolha é do locatário. 

A seguradora irá analisar o cadastro do locatário, verificar se ele tem restrições e se atende à renda necessária para comprovar sua capacidade de pagamento, valor que pode variar bastante dependendo da região, condições do imóvel, tipo de propriedade, coberturas incluídas e perfil de locatário (pessoa jurídica ou física). 

Quando se trata de pessoa física, algumas seguradoras podem aceitar a composição de renda das pessoas que vão morar no imóvel. 
 

Vantagens do seguro fiança

Entre buscar um fiador, fazer depósito caução e contratar um seguro fiança locatícia, este último tem apresentado mais vantagens do que desvantagens sobre as outras opções. 

Aqui estão as principais vantagens dessa modalidade de garantia:

Não depende de terceiros

Ter que recorrer a alguém que aceite assinar a responsabilidade de ser um fiador e arcar com as obrigações do contrato de locação, em caso de descumprimento, não é tarefa fácil. Além disso, não é qualquer pessoa que pode assumir esse papel.

Para ser aceito como fiador, é necessário cumprir algumas exigências, como ter um imóvel em seu próprio nome, e residindo na mesma cidade do imóvel que vai ser alugado. O bem é dado como garantia. Ser fiador é um risco e pode gerar desconforto e insegurança.

Com o seguro, o inquilino tem mais liberdade para fechar a locação, sem a necessidade de depender de terceiros.

 Não precisa antecipar parcelas do aluguel

O depósito caução nada mais é do que a antecipação de parcelas do aluguel como garantia para a entrada no imóvel. Então, quem vai alugar precisa ter um valor extra de investimento inicial nesta modalidade. Já no seguro fiança não precisa antecipar parcelas do aluguel.

Possibilidade de somar rendas

O locatário pode complementar a renda com a renda de outras pessoas que venham a ser locatárias do mesmo imóvel para atingir o valor exigido pela seguradora. Vale ressaltar que esta possibilidade deve ser consultada com a seguradora.

Garantia de pagamento do aluguel

Para o locador, a vantagem em ter o seguro aluguel é poder garantir o recebimento das mensalidades, encargos ou até mesmo danos causados ao imóvel. O inquilino, por sua vez, tem a tranquilidade de saber que está coberto para eventualidades. 

Desvantagens do seguro fiança

O valor desembolsado não será restituído ao locatário, assim como acontece com os seguros de automóveis, por exemplo. Outro ponto é que o serviço precisa ser renovado anualmente, ou seja, é necessário fazer um novo pagamento da apólice para continuar coberto pelo seguro.

Receba nossas notícias e informações exclusivas diretamente no seu e-mail


Chat
X
WhatsApp
X
Ligue e fale com um corretor
X
Whatsapp
E-mail
X
Olá, eu sou a Clara, e estou aqui para
te ajudar. Por favor, escolha uma das
opções abaixo para começarmos.
Escolha o seu corretor


Proteção de Dados Pessoais

A Tegra utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência
de acordo com nossa Política de Privacidade . Ao continuar navegando, você aceita estas condições.
Acesse nossa Política de Privacidade e saiba como tratamos dados pessoais.