Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X

Blog da Tegra

Entenda como a taxa Selic influencia no financiamento imobiliário

Como a taxa Selic, alta ou baixa, pode determinar a melhor hora para contratar um empréstimo imobiliário? Acesse e entenda essa relação.

26/05/2020 • 16h46min • EM MERCADO

entenda como a taxa selic influencia financiamento imobiliário

Você já ouviu falar na taxa Selic alguma vez na vida, mas não sabe direito o que ela significa ou sua influência na economia, especialmente quando se fala em financiamento imobiliário? Entender essa taxa é importante, principalmente se você está em busca do tão sonhado apartamento. 

Estamos vivendo um cenário de queda na Selic. Será que isso é bom? Confira neste post o que você precisa saber antes de fechar o negócio!


O que é a Selic?

A sigla Selic significa Sistema Especial de Liquidação e Custódia. O nome é difícil, mas nada mais é do que uma taxa básica de juros que os bancos, as administradoras de cartões e as instituições financeiras se baseiam para calcular os juros que serão cobrados nas diferentes modalidades de créditos. 

Todo mês, o Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, decide se haverá uma redução ou um aumento dessa taxa. É uma das ferramentas para tentar controlar a inflação e atingir a meta ou tentar estimular o consumo. 

Quando a inflação sobe, a taxa Selic costuma aumentar. Isso acontece porque, com juros altos, as pessoas tendem a comprar menos. Isso força o mercado a diminuir os preços e frear a inflação. Por outro lado, quando a taxa Selic cai, ela impulsiona o consumo e aquece a economia.

Pode parecer um papo muito distante do nosso dia a dia, mas não é verdade. É esse índice que regula as taxas da poupança, cartão de crédito, crediário, financiamento, entre outras modalidades que dependem dessa média para efetuar seus cálculos. Então, ter essa compreensão é fundamental para decidir a hora de investir em algo de valor tão alto, como um imóvel.


Qual é a taxa Selic hoje em dia?

Em maio de 2020, a taxa Selic atingiu o menor patamar histórico, passando de 3,75% para 3%. Trata-se da sétima redução consecutiva no atual ciclo de baixa iniciado em julho do ano passado.


Como afeta o financiamento imobiliário?

Você já entendeu que o financiamento de imóveis e a taxa básica de juros andam lado a lado. Na prática, com uma Selic mais baixa, outras taxas tendem a cair também. O crédito fica mais barato. 

Uma dica é ficar de olho no movimento de queda, que se mantém desde o final de 2019. Esta pode ser uma oportunidade para a compra do desejado apartamento próprio.

Alguns bancos já anunciaram o repasse do corte da Selic nas taxas do financiamento imobiliário. Você pode encontrar empréstimos com variações entre 6,5% e 7,3% ao ano, o que é considerado bem atrativo. 

Outro ponto é o aumento do poder de escolha com o crédito mais barato. Ao ter uma condição melhor de pagamento, você pode avaliar sob outra ótica a escolha do apartamento. Talvez aquele imóvel que não estava no seu orçamento, agora está.

Ah, e quem já contratou um empréstimo imobiliário com a taxa anterior, que era mais alta, pode tirar vantagem também. É possível renegociar ou pedir a portabilidade para outro banco que ofereça algum tipo de benefício.


Taxa Selic e poupança

Pela comodidade e segurança, muitas pessoas não renunciam à poupança, mesmo com outras opções mais rentáveis. Acontece que, com a Selic mais baixa, os investimentos de renda fixa rendem menos, como a poupança. No cenário atual, a rentabilidade líquida anual caiu de 2,63% para 2,10%.

Então, se você vem poupando dinheiro para dar uma entrada no apartamento, talvez essa seja uma boa oportunidade para avaliar o mercado imobiliário e seu potencial de valorização.


Gostou dessas dicas? Quer saber mais? Não deixe de conferir outros posts no blog da Tegra sobre a aquisição do seu imóvel:

Entenda de uma vez como funciona o financiamento de imóveis

Apartamento na planta: veja as vantagens

Receba nossas notícias e informações exclusivas diretamente no seu e-mail


;