Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X


Blog da Tegra

Arquitetura Moderna: o que é e quais as suas influências

Entenda como a arquitetura moderna influencia no design, cultura e arte e como ela impacta nossa vida. Confira!

14/07/2022 • 12h45min • EM DICAS & DECORAÇÃO

title="Museu

Ao longo dos anos, a arquitetura recebeu forte influência dos movimentos artísticos, como o modernismo, que trouxe uma visão crítica do passado e propôs romper com os padrões, as formas e as temáticas tradicionais. 

Neste contexto, nasce a Arquitetura Moderna, fundamentada por um desejo de renovação em meio a transformações culturais e pelas mudanças construtivas advindas da Revolução Industrial.

O que é a Arquitetura Moderna?

Uma nova maneira de criar, planejar e construir obras começa a ganhar força no século 20, visando a integração das construções com a vida urbana. Estamos falando da Arquitetura Moderna.

Junto a diversas escolas arquitetônicas do período, como a Bauhaus (Alemanha), Le Corbusier (França) e Frank Lloyd Wright (Estados Unidos), a era Modernista se concretizou como aquela que rejeita os estilos tradicionais marcados por excesso de ornamentos e concentra a produção de edifícios funcionais e simples, porém nada simplórios. 

Os conceitos “o ornamento é crime” de Adolf Loss, “menos é mais” de Mies Van der Rohe e “a forma segue a função” de Louis Sullivan representam, de forma sucinta, as ideias da Arquitetura Moderna.Uma fotografia externa do prédio da escola Bauhaus

Escola Bauhaus

Fundada em 1919 na cidade alemã de Weimar, a Bauhaus foi uma das primeiras escolas de design do mundo e é considerada até hoje a mais importante e influente instituição voltada à arquitetura.

Criada por Walter Gropius, a escola buscava unir artes, artesanato e tecnologia, e foi com esse espírito inovador que virou um verdadeiro centro irradiador de novas ideias no campo da arquitetura, do urbanismo, da estética industrial e do próprio ensino da arte.

Muito além da estética, a Bauhaus visa aproximar a arquitetura do urbanismo, levando em consideração as necessidades reais da família e não apenas as antigas tradições. A criação de palácios deixou de ser o foco dando lugar à criação de moradias para os trabalhadores.

Fotografia debaixo mostrando toda a fachada do edifício Copan

Quais são as características da arquitetura moderna?

A  arquitetura Moderna se dividiu em duas grandes vertentes: a racional e a orgânica. A primeira se pautava no princípio da funcionalidade e necessidade, seguindo o conceito minimalista de “menos é mais” e valorizando o uso do aço, concreto aparente e vidro. Já a segunda corrente defendia a integração do edifício com a natureza, ressaltando o uso de materiais como a pedra e a madeira.

Ambas trouxeram contribuições fundamentais para a arte de criar, projetar e arquitetar construções, como a preocupação com os aspectos climáticos e salubridade da edificação, a experimentação de novos materiais e técnicas construtivas e a criação de um estilo arquitetônico revolucionário, com a adoção de princípios racionais no lugar de padrões herdados do passado.

Uma fotografia da Ponte estaiada em São Paulo

Na Arquitetura Moderna é possível identificar cinco características principais: 

- Fachada livre (sem divisórias);

- Janelas em fita (cobrem toda ou parcialmente a fachada)

- Pilotis (colunas no lugar de paredes estruturais);

- Planta livre (espaços internos mais flexíveis);

- Terraço jardim.

Fotografia do shopping em Beijing na China

Quais são as características da arquitetura moderna?

É comum haver uma confusão entre o que é moderno e o que é contemporâneo. Para entender as diferenças, é importante conhecer as características de cada um desses conceitos.

A Arquitetura Moderna trouxe algumas novidades técnicas advindas da Revolução Industrial, na primeira metade do século 20, como o uso do aço e concreto de uma maneira diferente nas obras. Além disso, o movimento mudou a forma de enxergar os padrões estéticos e funcionais, com os conceitos de “menos é mais” e “a forma segue a função” idealizados por importantes expoentes na arquitetura.

Já a Arquitetura Contemporânea significa “o que é do tempo atual, algo feito em seu tempo”. É o estilo que surgiu na pós-modernidade, datando a partir da década de 1980 até os dias de hoje. Tem como principais características a tecnologia, a sustentabilidade e um olhar para o futuro.

Fotografia de casa de vidro em meio a mata

Arquitetura Moderna no Brasil

Em 1922, aconteceu a Semana de Arte Moderna em São Paulo, um marco histórico que representa o início do modernismo no Brasil. Alguns anos depois, entre 1930 e 1950, a Arquitetura Moderna Brasileira ganhou forma e corpo com grandes expoentes, como Oscar Niemeyer, Lúcio Costa e Lina Bo Bardi.

Divergindo da corrente dominante europeia, que propunha uma ruptura radical com o passado, a Arquitetura Moderna Brasileira é original e cheia de peculiaridades. Sem abandonar as tradições locais, foi a primeira de nossas artes a projetar o País em uma posição de protagonismo internacional, antes da bossa nova ou do futebol. 

Principais influentes da Arquitetura Moderna no Brasil:

Fotografia externa do congresso nacional em Brasília

Oscar Niemeyer

Reconhecido mundialmente, Oscar Niemeyer projetou diversos edifícios que viraram ícones modernistas, como o complexo arquitetônico da Pampulha, em Belo Horizonte, e a construção de Brasília, consagrando a Arquitetura Moderna Brasileira.Fotografia aérea de Brasília, distrito federal do Brasil

Lúcio Costa

De origem francesa, o arquiteto tinha um objetivo muito claro: introduzir o modernismo na Escola Nacional de Belas Artes, onde foi diretor e conheceu um dos alunos que viria a ser o seu futuro parceiro, Oscar Niemeyer. Lúcio idealizou o plano piloto de Brasília, entre outras importantes obras, como o edifício-sede do Ministério da Educação e Saúde Pública, atual Palácio Gustavo Capanema (RJ).

Fotografia da fachada do MASP- Museu de arte de São Paulo

Lina Bo Bardi

Nascida na Itália em 1914, Lina escolheu o Brasil para viver e trabalhar desde 1947. Ela é autora do projeto do edifício do MASP (Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand) entre outras obras significativas, como o Museu de Arte Moderna da Bahia, o Sesc Pompéia e a Casa de Vidro, no bairro do Morumbi, em São Paulo.
 

Receba nossas notícias e informações exclusivas diretamente no seu e-mail


Chat
X
WhatsApp
X
Ligue e fale com um corretor
X
Whatsapp
E-mail
X
Olá, eu sou a Clara, e estou aqui para
te ajudar. Por favor, escolha uma das
opções abaixo para começarmos.
Escolha o seu corretor


Proteção de Dados Pessoais

A Tegra utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência
de acordo com nossa Política de Privacidade . Ao continuar navegando, você aceita estas condições.
Acesse nossa Política de Privacidade e saiba como tratamos dados pessoais.