Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X

Blog da Tegra

Saiba como usar o paisagismo no seu apartamento

Com ou sem uma varanda, é possível organizar as plantas e fazer arranjos usando conceitos do paisagismo para transformar o seu apartamento. Confira!

01/10/2020 • 18h35min • EM DICAS & DECORAÇÃO

foto da sala de estar de um apartamento decorado com paisagismo

Morar em um apartamento não significa abrir mão de cultivar um jardim. Sempre é possível trazer um pouco de verde para dentro de casa. Inclusive, há espécies que se adaptam perfeitamente em ambientes internos e ficam perfeitas em qualquer cantinho. 

Com ou sem uma varanda, é possível organizar as plantas e fazer arranjos usando conceitos do paisagismo. A beleza natural pode deixar o décor personalizado e ainda mais charmoso. 

Quer saber como transformar o seu apartamento em um jardim? Confira as dicas neste post!


O que é paisagismo?

A palavra paisagismo, segundo o dicionário, significa técnica e arte de elaborar e gerir projetos de espaços abertos, urbanos ou não, criando micro e macro paisagens. No paisagismo se detalha os elementos (naturais e materiais) a serem utilizados, assim como a iluminação e a circulação, visando a integração e a segurança do homem com o espaço.

O paisagismo não trata apenas da elaboração de jardins e praças. O profissional paisagista utiliza a diversidade de cores, formas e texturas das plantas para criar uma composição estética, harmonizando com a cultura e vida local. 


O paisagismo dentro do lar

O paisagismo leva em consideração as pessoas. Quando trazemos o conceito para dentro do nosso lar, ele traduz os gostos e a personalidade dos moradores. A natureza traz vida aos ambientes internos e, aliada a um bom design, dá um toque de elegância e charme ao apartamento. 

Princípios básicos do paisagismo

O vento, a iluminação, o adubo, os tipos de plantas e os vasos são alguns dos itens que você deve pensar antes de transformar a sua sala de estar, por exemplo, em um “jardim de estar”. Além desses pontos básicos para garantir a sobrevivência das plantas, a técnica do paisagismo considera alguns princípios: 


• Ritmo

Sabe quando você olha para um jardim e está tudo muito bem organizado? Isso é o que chamamos de ritmo. A repetição de formas e a proporção de tamanhos ajudam a dar ritmo ao jardim. Os painéis dos jardins verticais são um bom exemplo de como dispor de forma inteligente os elementos, criando efeitos interessantes em imóveis com pouco espaço. 


Leia também:

Aprenda a criar um jardim vertical no seu apartamento

• Equilíbrio

Um jardim construído com equilíbrio dos elementos traz a sensação de harmonia. Dentro do lar, as plantas precisam se integrar à decoração, assim como qualquer outro elemento. Com essa visão, fica mais fácil construir uma composição bonita e agradável aos olhos. 


• Dominância

No paisagismo, a dominância é um artifício usado para criar um foco central e atrair a atenção. Uma planta pode se tornar o elemento principal na composição, superando as outras ao redor. As samambaias costumam causar esse impacto visual, assim como a costela-de-adão e a jiboia, espécies em alta na decoração de interiores. Com elas, é possível criar vários pontos de destaques nos cantinhos do seu apartamento. 


• Contraste e analogia

O contraste se obtém quando agrupamos as plantas com características opostas em tonalidade, textura, forma e cor. O contraste pode aumentar a variedade e a profundidade. 

Quem ama cultivar plantas pode misturar texturas para obter um resultado mais criativo na decoração. Compor um mix de folhas lisas e rugosas, longas ou arredondadas, atrai o olhar e dá um upgrade imediato ao ambiente. O mesmo vale para as cores. 

A trapoeraba roxa, por exemplo, traz um contraste de cor entre as folhas verdes. Ela se adapta bem à meia-sombra e pode ser cultivada em ambientes internos que recebam luz natural.

A analogia, por sua vez, é uma mescla de características mais próximas, assim como reunir dois tons semelhantes. 

• Unidade e variedade

Um jardim precisa transmitir a sensação de unidade em meio à variedade. Por isso, é importante considerar todos os princípios do paisagismo e se planejar antes de começar o seu jardim. A unidade é quando sentimos que existe um conjunto harmônico entre formas, volumes e cores na soma desses fatores.


Algumas tendências

Você pode brincar com as diferentes texturas, cores e formatos de folhas, só não esqueça de agrupar as espécies que têm as mesmas necessidades. 

Xeropaisagismo:

Você já ouviu falar em xeropaisagismo? Trata-se de um método de cultivo de espécies xerófitas, que exigem pouca água e têm alta resistência a ventos fortes e raios solares intensos, como os cactos, suculentas, pata-de-elefante, aloé, agave, pata-de-vaca, entre outras. 

Algumas dessas plantas ganharam destaque após a popularização dos mini terrários, pequenos jardins construídos em vasos de vidro.


Jardim na janela:

as janelas adornadas com plantas ficam encantadoras e charmosas. Se no seu imóvel existem jardineiras fixas, que foram planejadas na construção, não plante diretamente nesses espaços, utilize um cachepot. Caso contrário, poderá ter problemas com infiltrações, além da dificuldade de realizar a manutenção das plantas.

Na hora de fazer o plantio no cachepot, é aconselhável colocar uma primeira camada drenante - com argila expandida e manta bidim, por exemplo - para evitar que a terra escape e suje a superfície.

Ah, e mesmo sem uma jardineira, você pode (e deve!) aproveitar o espaço da janela - com suportes fixados ou vasos. 


Árvores frutíferas:

já pensou saborear uma fruta colhida no pé, dentro do seu apartamento? Sim, mesmo quem mora em espaços menores pode ter árvores frutíferas em vasos. E, além de estarem em alta no paisagismo, são mais saudáveis. 


Gostou dessas dicas? Não deixe de ler também aqui no Blog da Tegra

Como cultivar plantas frutíferas em vasos no apartamento

10 Plantas que purificam o ar de ambientes internos

Receba nossas notícias e informações exclusivas diretamente no seu e-mail


;

Proteção de Dados Pessoais

A Tegra utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência
de acordo com nossa Política de Privacidade . Ao continuar navegando, você aceita estas condições.
Acesse nossa Política de Privacidade e saiba como tratamos dados pessoais.

;