Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X


Blog da Tegra

O que é design biofílico e qual sua importância para a saúde

A busca pelo bem-estar tem feito da biofilia um conceito amplamente usado no design e na arquitetura.

09/05/2022 • 11h27min • EM DICAS & DECORAÇÃO

title="Uma

Você sabia que a cidade é um fenômeno recente na nossa história? Para se ter uma ideia, as primeiras cidades surgiram há seis mil anos na Mesopotâmia (atual Iraque), depois foram erguidas ao longo dos vales dos rios Tigre, Nilo e Indo. 

Somente a partir do século XVIII que o processo de urbanização mundial teve início, em consequência da Revolução Industrial. Atualmente, mais da metade da população vive em cidades.

Um contexto importante para entendermos que durante a maior parte da história da nossa espécie viveu em outro habitat, em outra relação com a natureza. O tempo passou, a urbanização chegou e a população ficou cada vez mais distante dessa conexão.

A busca pelo equilíbrio entre morar em grandes centros urbanos e ter mais qualidade de vida tem feito da biofilia um conceito amplamente usado no design e na arquitetura para conectar as pessoas com a natureza e promover bem-estar. 

O que é e como surgiu a biofilia?

De origem grega, a palavra biofilia significa “o amor pela vida”. Na prática, é uma ciência que visa conectar as pessoas com a natureza para promover bem-estar e conforto emocional. 

A biofilia foi usada pela primeira vez nos anos 1960, mas só começou a se popularizar nos anos 1980 com o biólogo Edward O. Wilson. 

O que é arquitetura e design biofílico? 

O design biofílico busca ferramentas para conectar as pessoas com a natureza. Não é de hoje que a arquitetura é influenciada pelas belezas naturais, a diferença é que nessa corrente os ambientes naturais estão ganhando mais protagonismo nos projetos de interiores. 

Como aplicar a biofilia na arquitetura e design?

Segundo o paisagista Felipe Stracci, da Plantar Ideias, o design biofílico vai virar um conceito amplamente enraizado nos próximos anos. 

“Quando falamos de biofilia na arquitetura e design, não falamos só do verde em si, mas dos materiais, principalmente, das formas orgânicas e texturas naturais, como a madeira, a lã e o barro, e de fibras, como as palhas. Até a própria pedra em sua forma mais rústica nos conecta com um ambiente mais acolhedor”, disse Stracci durante um talk especial da série Casa Tegra Em Casa.

Painéis verdes

Os painéis verdes são uma forte tendência do design biofílico. É possível encontrar diversos projetos com essas estruturas repletas de plantas, cobrindo totalmente ou parcialmente uma parede, como neste decorado do Ares Saúde.

Uma fotografia de um design biofílico do ares saúde da Tegra.Geralmente, as paredes verdes são compostas por plantas preservadas, pois possuem a naturalidade das folhas vivas, mas exigem pouca manutenção e têm grande durabilidade. É a escolha ideal para ambientes internos, que possuem pouca incidência de luz solar.

Madeira

Neste decorado do Ária Higienópolis, o aconchego da madeira e o toque verde das plantas proporcionam uma conexão com a natureza.

Uma fotografia com design biofílico do Ares Saúde da tegra.

Pedras

A necessidade de morar com mais qualidade de vida junto à natureza se reflete neste projeto do empreendimento La Vie, que traz esse conceito em cada detalhe. Nesta área comum, por exemplo, as pedras em seu estado mais bruto foram usadas para transmitir uma sensação de relaxamento e trazer frescor ao ambiente.

Uma fotografia com design biofílico do empreendimento La vie da Tegra.

Outras dicas para usar a biofilia dentro de casa

Confira 3 dicas para usar a biofilia dentro de casa:

Plantas ideais para apartamentos

As plantas ideais para apartamentos são melhores para ambientes internos, é importante escolher espécies que necessitam de pouca luz solar.

Hortas verticais

Além dos painéis verdes, é possível criar dentro de casa uma horta vertical. Graças à variedade e pluralidade de plantas, é possível criar lindos painéis, mesclando texturas e cores.

Na parede, no chão ou suspensas

Os suportes e os vasos ajudam a deixar a decoração com plantas ainda mais bonita. Decorar a casa com plantas suspensas, na janela e nos móveis é uma forma barata e charmosa de deixar o lar mais descolado e aconchegante.

Os benefícios da biofilia na arquitetura

No cenário atual, vivemos em um ritmo frenético que se tornou característica das cidades. De acordo com o filósofo sul-coreano Byung-Chul Han, este é o século da “sociedade do cansaço”.

Não à toa os distúrbios seguem nesse mesmo ritmo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a ansiedade, que se manifesta pelo pânico, estresse e a compulsão, atinge uma a cada 25 pessoas na terra. No Brasil, somos campeões em proporção, quase 10% da população sofre de algum transtorno de ansiedade. 

E como o design biofílico pode ajudar na saúde? 

A Neuroarquitetura ajuda a explicar a relação dos espaços com a saúde e o bem-estar físico e mental. A partir do momento que os cientistas tiveram a possibilidade de medir as conexões do cérebro foi possível saber como um ambiente poderia impactar o homem, através da felicidade, tristeza, melancolia e euforia, por exemplo. 

Os elementos naturais costumam transmitir uma sensação de relaxamento. É só fechar os olhos e imaginar um local que traga tranquilidade, provavelmente, terá natureza. Muito além da beleza, a biofilia estimula a criatividade e reduz o estresse. Desta forma, o design biofílico ajuda a criar ambientes agradáveis, saudáveis e trazer conforto emocional. 

Receba nossas notícias e informações exclusivas diretamente no seu e-mail


Chat
X
WhatsApp
X
Ligue e fale com um corretor
X
Whatsapp
E-mail
X
Olá, eu sou a Clara, e estou aqui para
te ajudar. Por favor, escolha uma das
opções abaixo para começarmos.
Escolha o seu corretor


Proteção de Dados Pessoais

A Tegra utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência
de acordo com nossa Política de Privacidade . Ao continuar navegando, você aceita estas condições.
Acesse nossa Política de Privacidade e saiba como tratamos dados pessoais.