Saiba quais são os bairros preferidos pelos paulistanos | Blog Tegra
Não foi possível detectar sua localização. Selecione um estado de seu interesse para ver as melhores ofertas. X

Blog da Tegra

Saiba quais são os bairros preferidos pelos paulistanos

Com mais de 1.500m², a cidade de São Paulo abriga mais de 96 distritos, cada um com suas características próprias, vantagens e desvantagens. Vem ver quais são os os melhores bairros para morar em São Paulo eleitos pelos paulistanos.

03/08/2018 • 15h05min • EM LIFESTYLE

São 1.521 quilômetros quadrados divididos em 96 grandes áreas. Ao norte, o Tremembé é o ponto mais extremo. No outro lado, surge Marsilac. Anhanguera, por sua vez, é mais próxima do município de Santana do Parnaíba do que do centro da cidade. A zona urbana que delimita São Paulo é imensa e esses distritos chegam a abrigar mais de 50 bairros.

Com tanto território, o contraste é bem marcante. De norte a sul e de leste a oeste, é possível encontrar os mais diferentes aspectos a poucos metros de distância. Em cada região, temos polos boêmios, tradicionais, residenciais, comerciais, com vida noturna e com muita área verde. Separamos os melhores bairros para morar em São Paulo eleitos pelos paulistanos a partir de fatores como segurança, natureza, oferta de serviços e produtos, locomoção, valor do metro quadrado, entre outros. Confira os benefícios de cada um!


Aricanduva

Em tupi-guarani, Aricanduva significa “lugar onde há muitas palmeiras da espécie airi”, mas seu nome já não condiz com a realidade. Localizado na Zona Leste, hoje o bairro é repleto de mercados e lojas e em nada lembra o seu passado pacato. O bairro que ficou conhecido por conta de seu córrego de mesmo nome, teve um grande crescimento impulsionado pela abertura do trecho da Radial Leste e da construção da Avenida Aricanduva. A partir daí, a região se tornou um grande polo de comércio e empreendimentos imobiliários. Além de hipermercados, há o Centro Comercial Aricanduva, que abriga um amplo shopping center com mais de 500 lojas, um outro shopping dedicado à reforma e construção e um autoshopping, com concessionárias, oficinas e lojas de acessórios.

O Aricanduva também não fica atrás em relação a áreas verdes. O Parque do Carmo, o segundo maior de São Paulo, está bem próximo, oferecendo aos seus frequentadores uma imensa reserva de Mata Atlântica, quadra de futebol, ciclovia e pista de cooper.

A região vem passando por uma grande valorização com a construção de empreendimentos voltados para as classes média e alta que vivem na região, e seus imóveis vêm tendo uma valorização crescente bastante interessante, que acompanham o desenvolvimento do lugar como um todo.

O bairro ainda não oferece a facilidade do metrô, mas há diversas linhas de ônibus que garantem a locomoção para outras regiões da cidade.


Barra Funda

O bairro da Barra Funda é marcado pela mescla de tradição e modernidade. A região já passou por capítulos muito importantes do desenvolvimento da cidade e vem se tornando alvo de investimentos imobiliários, comerciais e de lazer e cultura. Seus antigos galpões de fábrica estão sendo transformados pelo processo de verticalização e dando lugar a prédios residenciais e comerciais. Tudo isso resulta no aumento de moradores no local e atraiu novos investimento, inclusive de infraestrutura com ampla rede de comércio, serviços, lazer, entretenimento, escolas, hipermercados e áreas verdes.

De localização estratégica, suas principais avenidas como Rudge, Marquês de São Vicente, Francisco Matarazzo levam à qualquer canto da cidade, além do fácil acesso à Marginal do Tietê e Marginal Pinheiros e a rodovias como a Castelo Branco, Anhanguera e Bandeirantes. Além disso, o bairro conta com a estação Barra Funda, uma das mais importantes de São Paulo, que reúne todas as opções de transportes coletivos, sendo a Linha 3-Vermelha do metrô com integração para CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e o Terminal de Ônibus Urbano.

No quesito lazer, a Barra Funda surpreende mais uma vez. O Shopping West Plaza e o Bourbon Shopping estão na região, vizinhos do Parque da Água Branca e do Memorial da América Latina, principal Centro Cultural Político e de Lazer da cidade.


Bela Vista

O nome não é por acaso. O bairro da Bela Vista está localizado em uma das áreas mais altas de São Paulo e é conhecido pelas belas paisagens que proporciona.

Com um pé na Avenida Paulista e outro na Praça da Sé, é formada, na verdade, pelas regiões do Bixiga e do Morro dos Ingleses e tem o seu charme próprio. Seus casarões antigos e suas cantinas italianas são os registros de uma tradição ainda bastante presente por lá e fazem das ruas da Bela Vista um livro de história ao ar livre sobre a formação da cidade.

Mas o seu tom nostálgico não afastou a modernidade, muito pelo contrário. A região tem fácil acesso a diversas linhas do metrô, como Brigadeiro Luis Antônio, onde as linhas azul e verde se cruzam, e a Trianon-MASP, que dá acesso a um dos pontos mais badalados da Avenida Paulista. Assim, a Bela Vista garante movimentação 24 horas por dia, atraindo investimentos grandes como o Shopping Pátio Paulista e outros empreendimentos modernos. Além de ser um forte pólo cultural e de lazer, com diversos teatros, bares, pubs e restaurantes.


Brooklin

O bairro já foi conhecido como Brooklin Paulista e hoje se configura em duas partes, o Brooklin Novo e o Velho. Localizado na zona sul, entre os distritos de Itaim Bibi e Santo Amaro, a região é marcada pelo luxo de Shoppings de alto padrão e pelo dinamismo de grandes centros empresariais e tem exemplos da arquitetura moderna brasileira, como o Centro Empresarial Nações Unidas, World Trade Center de São Paulo, Edifício Mandarim e Plaza Centenário. Na Marginal do Rio Pinheiros situa-se a Ponte Estaiada Octávio Frias de Oliveira que faz a ligação dos distritos do Itaim Bibi e Morumbi e é um dos novos pontos turísticos paulistanos.

A região é servida por uma estação ferroviária da Linha 9 da CPTM, a estação Berrini, e pelo corredor Diadema-Brooklin da EMTU. E, mais recentemente, foi inaugurada a estação Brooklin da Linha Lilás do metrô.

A parte chamada de Brooklin Velho ainda guarda a tranquilidade de um bairro essencialmente residencial, com ruas calmas e arborizadas.


Butantã

Localizado na que é considerada a melhor região de São Paulo, a Zona Oeste, o Butantã cresce, investindo em infraestrutura e segurança e mantendo características de bairro residencial, com ruas tranquilas e arborizadas.

O bairro é servido por uma ampla rede de transporte público. Além do corredor de ônibus da avenida Francisco Morato, a região conta com a estação Butantã, da Linha 4-Amarela do metrô, as ciclovias das avenidas Eliseu de Almeida e Escola Politécnica e a estação Cidade Universitária, da Linha 9-Esmeralda da CPTM. Ainda, é próximo às rodovias Raposo Tavares e Castelo Branco.

A região também oferece diversas opções de serviços, como shoppings, comércio, escolas, universidades e hospitais.


Centro

Morar no Centro é ter acesso a uma das mais amplas infraestruturas de transporte, trabalho e lazer da cidade, além de poder conviver com ruas cheias de charme histórico. Não é à toa que a região se tornou a nova queridinha dos jovens descolados e famílias de classe média. Na região, é possível abrir mão do automóvel para fazer tudo a pé e desfrutar de um verdadeiro paraíso cultural e arquitetônico.

Sobre a infraestrutura, nem é preciso muitas explicações: metrô, ônibus, lojas, restaurantes, bancos, hospitais, escolas e demais serviços estão distribuídos por toda a região, fazendo com que o morador economize tempo e dinheiro com a locomoção. Além disso, a cena cultural também é muito presente. A região conta com diversos museus e centros culturais, além de bares, restaurantes e casa noturnas.


Ibirapuera

O bairro do Ibirapuera, é com certeza, sonho de consumo de qualquer paulistano. Abrigando o parque homônimo, a região é a mais arborizada de São Paulo. E esse título reflete no seu preço também. O metro quadrado custa por volta de R$17.806,00, quase o dobro do valor médio da cidade que é de R$ 9.078.

A cobiça tem fundamento: no meio da principal metrópole da América do Sul, as imediações do Parque Ibirapuera representam um refúgio da correria da cidade. Ruas tranquilas e com muito verde trazem tranquilidade e bem-estar aos seus moradores.

Além disso, a região também se encontra bem próxima das avenidas Faria Lima e Juscelino Kubitschek, onde trabalham muitos executivos do País.


Moema

Os moradores de Moema possuem o privilégio de morar na região considerada por oferecer a maior qualidade de vida da cidade de São Paulo.

Quem passa pelas suas ruas hoje, nem imagina o seu passado. O bairro já teve chácaras habitadas por imigrantes ingleses e trilhos de bondes elétricos. O bairro da Zona Sul de São Paulo foi registrado oficialmente com esse nome em 15 de outubro de 1987, quando o político Jânio Quadros levou em consideração um abaixo-assinado para que a região se tornasse autônoma de Indianópolis.

A Avenida Ibirapuera, antiga Avenida Araci, foi a primeira do bairro, construída em 1915. O prefeito Faria Lima, nos anos 60, foi o responsável por retirar os bondes e por arborizar o local. 

O Shopping Ibirapuera veio em 1976, valorizando a região e tornando-a comercial e residencial, aposentando os redutos operários.

Hoje, as ruas planas e arborizadas de Moema, com o seu amplo comércio e a proximidade com o Parque do Ibirapuera convidam para uma caminhada tranquila. Além disso, foi o primeiro bairro a receber uma ciclofaixa. As avenidas Iraí, Aratãs, Pavão e Rouxinol são rotas para ciclistas e moradores da região.

Sua proximidade com o aeroporto de Congonhas e a ampliação da Linha 5 Lilás, que terá as estações Moema e AACD Servidor, também tem contribuído para a valorização do bairro.


Perdizes

Famosa por suas ladeiras, Perdizes é um dos bairros mais desejados pela classe média alta. Seja por sua localização privilegiada, com fácil acesso ao Centro e à Avenida Paulista, seja por sua grande quantidade de escolas, universidades, shoppings, teatros, bares, restaurantes e mercados, a região é uma das mais completas da cidade.

De lá, é possível ir a pé até a PUC, até o Allianz Parque, estádio do Palmeiras que também recebe diversas atrações nacionais e internacionais, o Bourbon Shopping e o Parque da Água Branca.

Além disso, a região é bem servida no quesito transporte público. Ônibus para todos os cantos da cidade passam por suas principais vias e as estações Sumaré e Vila Madalena estão a alguns metros de distância.


Pinheiros

Por suas ruas é possível observar sua constante renovação em meio a um cenário que convive ao mesmo tempo com vilas e casas antigas junto a escritórios, casas noturnas e bares badalados. Pinheiros reúne tudo o que uma metrópole pode oferecer: cultura, design e boa gastronomia. É um verdadeiro reduto cool numa área nobre da cidade e por suas esquinas há um bocado de coisas para fazer e lugares incríveis para conhecer.

Um dos principais pontos é a Parque Villa-Lobos, que além da área de lazer, tem uma biblioteca incrível com um acervo muito interessante. Depois, outro ponto importante da região é o chamado Largo da Batata, que foi revitalizado por vontade e apelo dos moradores. Hoje, ele é palco para protestos, jogos de queimada, soneca da tarde, eventos de fim de semana, coisas de “praia de paulista”. Também, temos o Sesc Pinheiros, com entrada livre, ótimas instalações, comida em conta e programação mensal. E talvez o mais famoso, o Instituto Tomie Ohtake, centro cultural onde sempre tem exposições bacanas, além de cursos e eventos para todos os gostos.

Para apreciar a boa gastronomia, Pinheiros abriga os mais variados tipos de restaurantes, bares e cervejarias. A Padoca do Maní, o Chou, o SP Lovers Café, o Pita Bar e Kebab e o Polska 295 são apenas alguns exemplos. E ao cair da noite, a agitação continua. O Bar Secreto, descolado e seletivo, que já recebeu, inclusive, a visita de Madonna, é só uma amostra do que o bairro reserva para os baladeiros.

Para quem sai e para quem chega, a região tem um ampla oferta de transporte. Diversas linhas de ônibus servem a região e a recente linha amarela do metrô garante uma mobilidade bem mais ágil com as estações Pinheiros, Fradique Coutinho e Faria Lima.

Tudo isso mostra o equilíbrio perfeito que o bairro oferece entre o bem-estar e o lazer. Não à toa foi considerado o segundo melhor bairro para se morar, segundo uma pesquisa do Ibope.


Vila Anastácio

Na Zona Oeste paulistana, Vila Anastácio passa por uma mudança de perfil com a chegada de grandes empreendimentos imobiliários. Com ruas largas e ainda horizontalizado, o bairro é dominado por galpões e indústrias, além das casas. O comércio é mais focado no público que trabalha lá: predominam bares, padarias e restaurantes por quilo.

Mas a combinação de boa localização com disponibilidade de grandes terrenos a preços atraentes está mudando a ocupação. Construtoras lançaram ali empreendimentos com o conceito de condomínio-clube. Com isso, passaram a chamar a Vila Anastácio de "Nova Lapa".

Além dessa crescente valorização, o bairro conta a proximidade de serviços comerciais e culturais, como o Tendal da Lapa, a Estação Ciência, o teatro Cacilda Becker, a sede da TV Cultura, e os Estúdios Mauricio de Sousa.


Vila Leopoldina

Distrito conhecido pelos galpões industriais, a Vila Leopoldina vem, desde 2003, atraindo novos moradores e mais opções de restaurantes e comércio. O bairro surgiu como uma extensão de seus bairros vizinhos, os nobres Alto de Pinheiros e Alto da Lapa, e já tem gente que chama a região de “nova Moema”, por se tornar, cada vez mais, a escolha para imóveis de alto padrão.

Nos últimos anos, o bairro passou por um crescimento significativo e vem recebendo diversos empreendimentos de alto padrão. Sua boa localização, terrenos à disposição e uma operação urbana da Prefeitura de São Paulo têm ajudado a melhorar ainda mais a sua estrutura de serviços e sua valorização

Outro atrativo é o transporte público. A região concentra três estações de trem: Domingos de Morais e Imperatriz Leopoldina, da Linha 8-Diamante, e Ceasa, da Linha 9-Esmeralda da CPTM.


Vila Mariana

O que mais chama atenção nesse bairro é a sua localização estratégica. Ele possui acesso às principais rotas da cidades e a partir dele, é possível chegar em qualquer lugar da cidade em tempo recorde, além de ser abastecido por diversas estações do metrô, como a Vila Mariana, na Linha Azul.

Junto a isso, a região é composta de ruas arborizadas e tranquilas, sem esquecer do agito de bares e restaurantes. No bairro também fica o Sesc Vila Mariana, onde há teatro, piscina outras opções de lazer.

Não por acaso, diversas pesquisas já mostraram que a Vila Mariana é a escolha de muitos paulistanos que procuram imóveis para comprar ou alugar.


E aí, já escolheu o seu próximo bairro? Quer saber mais?

Aproveite e leia também:


Não deixe de conferir nenhuma novidade no novo blog da Tegra. Temos certeza que você irá se surpreender!